Segundo jornal, doping de saltador pode tirar o Atletismo da Rússia de Tóquio 2020


De acordo com o jornal Sunday Times, o Atletismo da Rússia pode ser banida dos Jogos Olímpicos de 2020 por causa de um caso encoberto de doping do saltador Damil Lysenko (RUS).

Segundo o jornal, dirigentes da Federação de Atletismo da Rússia protegeram Lysenko de ser suspenso após o russo não informar aos médicos que realizam os testes de dopagem a sua localização em 2018.

Médicos russos teriam forjado documentos em que Lysenko estaria  muito doente para fornecer a sua localização. Entretanto, membros da Unidade de Integridade do Atletismo checaram o endereço dos médicos e descobriram que ele é um local de construções.

Caso sejam comprovados os fatos perante a Federação Internacional de Atletismo (IAAF), de acordo com o Sunday Times, é quase certo que o atletismo russo estará fora de Tóquio 2020, assim como esteve fora do Rio 2016.

Lysenko, do salto em altura, foi vice-campeão mundial em 2017 e campeão mundial indoor em 2018, em agosto do mesmo ano foi suspenso provisoriamente por não fornecer a sua localização para testes anti-doping, tendo inclusive perdido o status de atleta neutro que a IAAF concede para russos poderem competir internacionalmente.

Foto: East to West News

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes