Gabriel Constantino conquista o terceiro lugar na etapa de Rabat da Diamond League


Foi disputado no último domingo (16) em Rabat (MAR) a sexta etapa da Diamond League, com a disputa de treze provas na corrida pelo diamante. A etapa contou com a participação de cinco brasileiro, com Gabriel Constantino conquistando o melhor resultado.

Masculino:

Na prova dos 110m com barreiras, a vitória ficou com Sergey Shubenkov, com o tempo de 13.12, o seu melhor na temporada. Em segundo chegou o britânico Andrew Pozzi, com o tempo de 13.30. Em terceiro lugar chegou o brasileiro Gabriel Constantino, que fez o tempo de 13.41, estando apenas a nove centésimos do índice olímpico. O outro brasileiro que disputou a prova foi Eduardo Rodrigues de Deus, que chegou em oitavo, com a marca de 13.58. Na corrida pelo diamante, Gabriel Constantino está em quarto lugar com 11 pontos. Sergey Shubenkov lidera com 22 pontos.

Nos 200m rasos, a vitória ficou com o canadense Andre de Grasse, que fez o melhor tempo da temporada com 20.19, superando em nove centésimos o turco Ramil Guliyev e em onze centésimos o equatoriano Alex Quiñonez. Nos 800m rasos, o botsuano Nijel Amos levou a melhor, com o tempo de 1:45.57, apenas três centésimos à frente do queniano Emmanuel Korir.

A Etiópia fez dobradinha nos 3.000m com obstáculos, com os atletas fazendo suas melhores marcas pessoais. A vitória ficou com Getnet Wale, com o tempo de 8:06.01, melhor tempo do ano na prova, seguido do compatriota Chala Beyo, com o tempo de 8:06.48. No salto em altura, quatro atletas saltaram para 2.28m, com o ucraniano Bohdan Bondarenko levando a melhor no desempate.

No salto em distância, a vitória ficou com o cubano Juan Miguel Echevarría, que estabeleceu sua melhor marca no ano com 8.34m. E no lançamento de disco, o jamaicano Fedrick Dacres brilhou, estabelecendo a marca de 70.78m, batendo o recorde da Diamond League e de quebra, assumindo a liderança do ranking mundial e melhorando a sua marca pessoal.

Feminino:

As africanas dominaram a prova dos 100m rasos, com a vitória ficando para a nigeriana Blessing Okagbare, com o tempo de 11.05, quatro centésimos à frente do marfinense Marie-Josée Ta Lou. A brasileira Vitória Cristina Rosa ficou em sétimo lugar, com o tempo de 11.38. Na corrida pelo diamante, a brasileira está em quinto lugar com 10 pontos. A nigeriana Okagbare lidera com 15 pontos.

Cuba fez dobradinha na prova do lançamento de disco, com Yaimé Pérez levando a melhor, com a marca de 68.28m, recorde do meeting e sua melhor marca no ano, seguida da compatriota Denia Caballero com 65.94m, com a croata Sandra Perkovic em terceiro, também estabelecendo sua melhor marca na temporada com 64.77m. As brasileiras não foram bem, já que Andressa de Morais foi apenas a sexta colocada com 63.12m e Fernanda Martins em oitavo com 62.51m. Na corrida pelo diamante, Andressa é a sétima colocada com 5 pontos. Quem lidera é a cubana Yaimé Pérez com 15 pontos.

Nos 400m rasos, a vitória ficou mais uma vez com a baremita Salwa Eid Naser, a sua terceira em três provas disputadas, estabelecendo sua melhor marca no ano com 50.13. Já nos 800m rasos, a queniana Nelly Jepkosgei levou a melhor, com o tempo de 1:59.50.

Nos 1.500m rasos, a etíope Genzebe Dibaba e a holandesa Sifan Hassan travaram um duelo pela vitória, com Dibaba levando a melhor, batendo o recorde do meeting e assumindo a liderança do ranking mundial, com o tempo de 3:55.47. E no salto com vara, a americana Sandi Morris levou a melhor, saltando para 4.82m, recorde do meeting.

Foto: Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes