Fora do Pan, atirador Felipe Wu critica CBTE por 'falta de eficiência' nas regras de convocação


Felipe Wu ficou de fora dos Jogos Pan-americanos de Lima e se mostrou chateado com a Confederação brasileira de tiro esportivo (CBTE) com isso. Em entrevista ao blog 'olhar olímpico', o medalhista de prata da Rio 2016 falou sobre os critérios para as vagas do Pan, que ele não conseguiu preencher:

"Disputei todos as etapas da Copa do Mundo nessa temporada, ficando fora apenas dos Jogos Sul-Americanos (de 2018), pois na mesma data estava defendendo o Brasil no Mundial Militar de Tiro, no qual fui quarto colocado. Infelizmente a confederação não foi eficiente ao publicar as regras de convocação para o Pan, pois foram mudadas as regras algumas vezes" disse Wu.

As duas vagas para a pistola de ar de 10m ficaram com Phillpe Chateaubrian e Emerson Duarte. E o pan dará vaga aos dois primeiros colocados de cada modalidade. A CBTE já definiu que o a vaga será do atirador que conquistar e não do país.

Felipe Wu admite que vem passado por uma fase ruim, mas não deixou de reclamar da CBTE: "O triste é ainda sofrermos com amadorismo por parte da instituição responsável pelo nosso esporte após uma recente conquista olímpica. A falta de boa gestão gera falta de recursos e isso influencia nos resultados"

Segundo o blog 'olhar olímpico',A CBTE se pronunciou por meio de seu vice-presidente Jodson Edington Jr. : "Ele disse que não tem apoio? Eles (atletas) hoje não pagam passagem, hospedagem, munição, e estão reclamando de apoio? Essas declarações são injustas, não são verdadeiras. Eu mantive contato com o COB, com ele, nos reunimos para poder ajudar ele a recuperar a condição e a forma física e ele ainda faz esses comentários?"

Sem o Pan, Felipe Wu terá a Etapa do Rio de Janeiro da Copa do mundo de Tiro Esportivo  no fim de agosto para buscar uma das duas vagas oferecidas. 

Para ver a entrevista completa, acesse esse link

foto: getty images

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes