Em Brasília, seleção masculina de Vôlei disputa a última etapa da primeira fase da Liga das Nações


Líder da Liga das Nações após as quatro primeiras etapas concluídas, a seleção brasileira masculina de vôlei comanda a tabela de classificação com 30 pontos conquistados em 11 vitórias de 12 jogos disputados. Nesta sexta-feira (28.06), a equipe comandada pelo técnico Renan enfrentará a França, terceira colocada, às 20h, no ginásio Nilson Nelson, em Brasília (DF).

Os resultados positivos foram conquistados, na primeira semana, em Katowice, na Polônia, sobre Estados Unidos, Austrália e Polônia; na segunda, em Tóquio, no Japão, bateu Irã, Japão e Argentina, e em Portugal, sofreu seu primeiro resultado negativo, para a Sérvia, e venceu a China e Portugal. Em Cuiabá, o Brasil venceu a Bulgária, a Alemanha e a Rússia.

Nome presente em todas as partidas, o líbero Thales destaca a importância de ter o grupo completo em praticamente todos os momentos da Liga das Nações.

“O time está jogando muito bem, perdemos apenas um jogo, que, na minha opinião, não podia, mas sabemos que faz parte. Estamos em primeiro na classificação e está sendo extremamente importante ter o time completo, se conhecendo bem ao longo de toda a fase classificatória. No meu caso, por exemplo, é muito importante conhecer bem o Leal, que está chegando agora. Isso é fundamental para o nosso jogo”, disse o líbero.

Satisfeito com o desempenho do Brasil até agora, o técnico Renan está entusiasmado com a chance de fazer a segunda semana seguinte em casa e com o apoio da torcida.

“Estamos em um momento bastante importante da competição. Estamos na quinta e última semana da fase de classificação, espero que Brasília traga bons fluídos para a seleção brasileira. O nível do voleibol mundial é de um equilíbrio imenso, e temos seis ou sete seleções com condições de vencer uma competição internacional. Então uma dose extra de sorte pode ser importante”, afirmou Renan.

Foto: CBV

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes