De volta às quadras após três anos, Sheilla não descarta volta à seleção de vôlei


A oposta bicampeã olímpica Sheilla, de 35 anos,  estará de volta às quadras após três anos de ausência. Ela, que disputará a temporada 2019/20 pelo atual campeão da superliga Minas, disse em entrevista ao jornal 'Estado de Minas' que não descarta uma possível volta à seleção de vôlei feminino.

"Eu quero jogar bem. Isso vem em primeiro lugar. Mas penso também em voltar à Seleção Brasileira e, quem sabe, disputar mais uma Olimpíada. Eu me despedi em 2016. Minha última competição foi a Olimpíada do Rio. Acho que terei condições de realizar mais esse sonho" disse Sheilla

Ela, que não joga desde a derrota do Brasil para China nas quartas de final da Rio 2016 e que recentemente se tornou mãe das gêmeas Liz e Ninna, explicou com está se preparando a para exigente temporada de clubes: "Agora tenho de ter paciência. Foram três anos parada. Tem de ser passo a passo. Estou dando o primeiro. Faço, agora, no máximo, uma hora e meia de exercícios. Preciso recuperar massa muscular. Tenho a vantagem, pela constituição física, de não ganhar peso. Por enquanto, faço minha recuperação física pela manhã, que é mais fácil, pois as meninas dormem. Creio que dentro de um mês e meio, quando as outras jogadoras se apresentarão, estarei pronta para acompanhar o ritmo delas."

Por fim, ela analisou a seleção feminina que está atuando e pôs a disposição de Zé Roberto Guimarães assim que tiver pronta se ele precisar dela: " O time é muito novo. Precisa jogar. Tem sustentação na Natália, Gabi e Tandara. Se precisarem de mim, se precisarem, quero estar pronta."

foto: Jone Roriz/COB

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes