CPB e Caixa assinam termo de compromisso para promover a inclusão de crianças com deficiência



Na quarta-feira, 19, o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e a Caixa Econômica Federal assinaram Termo de Compromisso que tem como objetivo promover a iniciação esportiva de crianças com idade de 10 a 17 anos. A solenidade aconteceu na quatra multiuso do Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo. 
 
Estiveram presentes o Presidente da República, Jair Bolsonaro, do presidente do CPB, Mizael Conrado, do Governador do Estado de São Paulo, João Doria, da Secretária do Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Célia Leão, do presidente da Caixa, Pedro Duarte Guimarães. O evento reuniu cerca de 1.500 pessoas, entre elas os atletas patrocinados pela Caixa e pelo Time São Paulo. Antes da cerimônia, na manhã desta quarta-feira, as autoridades visitaram a pista de atletismo do CT Paralímpico.
 
A parceria entre CPB e Caixa prevê o trabalho de iniciação esportiva com 550 alunos das redes públicas municipais e estadual, com faixa etária de 10 a 17 anos. Oito modalidades serão oferecidas: atletismo, bocha, futebol de 5, goalball, judô, natação, tênis de mesa e vôlei sentado. Os participantes deste projeto receberão todo o material esportivo para prática do esporte, lanches, transporte e serão acompanhados por professores e estagiários qualificados. 
 
"O esporte é a garantia da inclusão e da cidadania para este grupo importante para a sociedade, que são as pessoas com deficiência. Mais que um espaço para o alto rendimento, o Centro de Treinamento tem se transformado na casa da inclusão, porque o CT é a base das Paralimpíadas Escolares, que é o maior evento do mundo para crianças com deficiência, e é a base também da capacitação de profissionais de educação física. Celebramos hoje a ampliação da nossa parceria com a Caixa. Existe o esporte paralímpico antes e depois da Caixa, parceria que tem mais de 16 anos. Saímos do vigésimo quarto lugar nos Jogos de Sydney 2000, para o oitavo lugar nos Jogos do Rio 2016", disse Mizael Conrado, presidente do CPB, em discurso.
 
Mizael aproveitou o evento desta quarta-feira para anunciar também uma nova parceria entre o Governo do Estado de São Paulo e o Comitê Paralímpico Brasileiro. "O Governador João Doria fará uma determinação para que todos os professores de educação física estadual façam o curso à distância do Movimento Paralímpico e premiará os professores com o melhor desempenho com uma bolsa para que façam o módulo avançado aqui no Centro Paraolímpico", avisou o presidente do CPB. O Comitê tem como meta capacitar 100 mil professores de educação física até 2025. Para isso, lançou o curso "Movimento Paralímpico: Fundamentos Básicos do Esporte" no formato à distância."
 
O acordo prevê o investimento anual de R$ 2,5 milhões da Caixa pelo período de quatro anos. Em contrapartida, o Centro de Treinamento Paralímpico, localizado em São Paulo, passará a ser chamado “Centro Paraolímpico Caixa". O CT é mantido pelo CPB, após vencer concorrência pública do Governo do Estado de São Paulo em outubro de 2017. Este acordo estabeleceu que o CPB tem o direito de gerir o CT por cinco anos, prorrogáveis por mais cinco.

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes