Com problemas pessoais, Gui Lin abandona o tênis de mesa competitivo e volta para China


A mesatenista chinesa naturalizada brasileira Gui Lin resolveu se aposentar do tênis de mesa competitivo e voltar para a China, segundo informações do blog 'Olhar olímpico'. Lin nasceu na China, mas morava no Brasil desde os 12 anos - atualmente ela tem 25. 

Segundo o técnico da seleção feminina de tênis de mesa Hugo Hoyama,  Lin vinha passando por problemas pessoais e uma série de fatores motivou essa decisão: "A avó dela já estava mal de saúde e ela resolveu ficar mais perto da família. Ela deve continuar jogando jogos na China, pode ser que dispute torneios internacionais, mas em grandes competições ela parou" disse Hoyama, que revelou que ela vem sofrendo de dores no ombro e o clube na Polônia que ela defendia não renovou o seu contrato.

Naturalizada em 2012, Gui Lin disputou os jogos olímpicos de Londres e do Rio de Janeiro, além do Pan de Toronto, onde ganhou duas medalhas de prata. A última competição de Lin foi no mundial de tênis de mesa de 2019. ela termina a carreira como número 87º do ranking.

"Pelo tempo que jogou pelo Brasil, ela fez muitas coisas boas. Claro que fico triste porque ela ainda teria boas chances de conseguir bons resultados, mas ela tem a vida dela. A gente conversou e entendi o lado dela. Não tem como eu ficar frustrado. Falei para ela: 'quero o seu bem'. Ela tinha que fazer o que fosse melhor para ela", contou Hoyama.

foto:Getty Images
Com informações do blog olhar olímpico

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes