Ciclista Chris Froome diz estar confiante em recuperação após acidente



Chris Froome disse no sábado "ele tem sorte de estar aqui" depois de sofrer múltiplas fraturas em um acidente de alta velocidade que o afastou definitivamente do Tour de France.

Froome, de 34 anos, foi levado de helicóptero para um hospital em Saint-Etienne para uma cirurgia de emergência depois de bater em uma parede em alta velocidade durante os treinos na quarta-feira, antes da quarta etapa da corrida Criterium du Dauphine, no centro da França.

A força do impacto fraturou sua pelve, fêmur direito, quadril, cotovelo direito e o deixou com costelas quebradas.

"Eu sei como tenho sorte de estar aqui hoje e quanto devo a todos os paramédicos e equipe médica na corrida", disse Froome.

Froome vai perder a chance de conquistar o quinto título da Volta da França no mês que vem, mas após uma cirurgia bem-sucedida há esperança de que ele possa voltar a pedalar em seis meses.

"Embora seja um retrocesso e um grande problema, estou me concentrando em olhar para frente. Há um longo caminho para a recuperação, mas essa recuperação começa agora e estou totalmente focado em voltar ao meu melhor", disse Froome em entrevista.

"Este é obviamente um momento difícil, mas eu tomei muita força com o apoio nos últimos três dias. O derramamento de apoio tem sido realmente humilhante e algo que eu nunca teria esperado."

Froome estava viajando a cerca de 50 quilômetros por hora, quando uma rajada de vento o empurrou contra uma parede, depois que ele momentaneamente tirou a mão do guidão para assoar o nariz.

Ao agradecer o atendimento médico que recebeu, o britânico também reconheceu sua gratidão aos serviços médicos.

Froome pode ter ido embora do Criterium du Dauphine, mas ele não é esquecido, com o especialista em escalada holandês Wout Poels de sua equipe Ineos dedicando sua vitória na penúltima etapa montanhosa no sábado ao britânico.

"É uma ótima notícia para a equipe e este é um presente para Chris", disse Poels após a vitória.

Enquanto isso, no Tour de Suisse, onde o atual campeão da Tour de France e companheiro de equipe, Geraint Thomas, está participando, o diretor da equipe do Ineos, Gabriel Rasch, disse que as coisas estão normais e que não há pressão em cima dos atletas após o ocorrido com Froome.

Foto:AFP

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes