Brasil derrota Porto Rico na estreia da Copa América Sub-16 Feminina de Basquete


A Seleção Brasileira Sub-16 Feminina abriu a sua participação na Copa América da categoria derrotando Porto Rico, neste domingo (16 de junho), por 62 a 57 (34 a 20 no primeiro tempo), atuando no Polideportivo 21 de abril, na cidade de Aysen, no Chile.

O Brasil iniciou a partida em ritmo forte e não deu chances ao rival, dominando por completo as ações no primeiro quarto, ou seja, marcou forte e atacou com consciência, abrindo uma larga vantagem (24 a 06). O segundo período foi marcado pela forte marcação e pela queda no ritmo ofensivo, com a equipe porto-riquenha levando ligeira vantagem (10 a 14).

Na volta do intervalo, Porto Rico manteve a recuperação e baixou bem a diferença, deixando a partida equilibrada (11 a 20). Nos dez minutos finais, o Brasil teve a força necessária para se manter no comando do marcador e vencer na estreia (17 a 17).

Jogaram pela Seleção Brasileira: 04. Raiane (09 pontos, 06 rebotes, 02 assistências, 02 bolas recuperados e 01 bloqueio), 05. Ana (01 rebote e 01 bloqueio), 06. Mariana, 07. Anna Clara (16 pontos, 05 rebotes, 02 assistências e 01 bola recuperada), 08. Giovanna (01 rebote), 09. Stephany (01 rebote e 01 assistência), 10. Vitória (08 pontos, 07 rebotes e 02 bolas recuperadas), 11. Brenda (20 pontos, 09 rebotes, 03 assistências e 02 bolas recuperadas), 15. Maristela, 18. Eduarda (02 pontos, 02 rebotes e 01 bola recuperada), 19. Rhayssa (06 pontos, 15 rebotes, 03 assistências, 02 bolas recuperadas e 02 bloqueios) e 32. Wanessa (01 pontos, 04 rebotes e 01 bola recuperada).

“Começamos a partida em ritmo muito forte, mas acabamos dando uma vacilada no terceiro e quarto períodos, contudo conseguimos manter a pegada no momento da definição do jogo e estreamos com vitória. Esse resultado positivo foi muito importante para a equipe e seguimos focadas nos nossos objetivos”, comentou a armadora Anna Clara, da Seleção Brasileira.

“Entramos muito bem no primeiro quarto, com muita intensidade ofensiva e defensiva, conseguindo colocar o nosso jogo combinado. No segundo tempo, Porto Rico subiu a defesa e nos deu um problema tático. Fizemos os ajustes para voltar a ser mais agressivos e ganhamos esse jogo com a nossa garra nos rebotes (60). E fomos 35 vezes para a linha do lance livre; com a estreia e a ansiedade convertemos 17. Acredito que isso vai melhorar muito durante o torneio. Me baseando nas estatísticas de treino, sei que podemos fazer bem melhor”, acrescentou Virgil Lopez, técnico do selecionado nacional.

Na rodada de número dois, o Brasil enfrentará o Canadá, nesta segunda-feira (17 de junho), às 19h (de Brasília), atuando no mesmo local.

“O Canada é um time muito forte, que conta com características bem definidas, além de ser disciplinado. O nosso objetivo vai ser forçar as situações de jogo que elas não gostam”, analisou Lopez.

Foto: Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes