Projeto que garante premiação igual a atletas é aprovado no senado federal


Foi aprovado na última terça-feira (21) um projeto de lei no senado federal que garante a premiação igual entre homens e mulheres no esporte. A lei segue para aprovação na câmara dos deputados. A senadora e ex-jogadora de Vôlei Leila Barros (PSB-DF) é relatora do projeto e explicou o porquê de ter proposto esse projeto de lei:

"O jogo mais difícil que as mulheres têm disputado no esporte não é contra as adversárias das quadras, dos campos ou das piscinas e, sim, contra aquele que parece seu eterno adversário, o sexismo"

A proposta altera a Lei 9.615/2018 (Lei Pelé), que institui normas gerais sobre o esporte no Brasil. A ideia é inserir o seguinte parágrafo no artigo 56: "É vedado fazer distinção de valores entre atletas homens e mulheres nas premiações concedidas em competições em que haja o emprego de recursos públicos, ou por entidades que se beneficiem desses recursos".

Por enquanto, a proposta fala apenas em recursos públicos, ou seja, não atingiria competições organizadas com recursos privados, A autora do projeto, senadora Rose de Freitas (PMDB/ES), argumenta que uma das funções do poder público é corrigir "assimetrias que se consolidam e naturalizam na sociedade ao longo da história" e que o esporte ainda é um ambiente marcado pela desigualdade de gênero".

A proposta que iguala as premiações entre homens e mulheres foi aprovada por 14 votos a zero na Comissão de Esporte do Senado. Se a Câmara também aprovar sem alterações, o projeto segue para sanção presidencial. Caso haja alguma mudança, o texto volta para análise dos senadores.

foto:AP
Com informações de globoesporte.com

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes