Diego Hypólito revela ter escondido sua opção sexual por medo de perder patrocínios e da família


O ginasta Diego Hypólito, medalha de prata no solo nos jogos Rio 2016, revelou em entrevista ao portal 'Uol' a sua homossexualidade. O atleta de 32 anos revelou que o medo da reação de sua família e de perder patrocínios o fez demorar a tomar essa decisão

"Eu vivi a solidão de não ter ninguém com quem eu pudesse compartilhar os dilemas de ser uma pessoa gay numa sociedade preconceituosa. Por mais que todo mundo tenha a impressão de que tem muito gay na ginástica, não tem. Todo mundo me zoava, zombava do meu jeito. Eu tinha o sonho de conseguir uma medalha olímpica e faria de tudo para chegar lá, até esconder quem eu era. Eu tinha certeza que se um dia eu saísse do armário publicamente, perderia patrocínios e minha carreira seria prejudicada" disse Diego sobre o período que escondeu sua opção sexual das pessoas.

No relato, o ginasta contou ter se afastado da família por quase um ano quando falou sobre o assunto. Lembrou que, aos 10 anos, um treinador disse para sua mãe que ela deveria mudar a educação do garoto, caso contrário ele se tornaria gay. 

"A gente passava por tanta dificuldade em casa... nem sempre tinha o que comer, chegamos a ficar meses sem energia elétrica. Como é que eu ia levar mais um problema para eles? Eles tinham abdicado da vida deles em São Paulo para ir comigo e com a minha irmã Daniele para o Rio. Ia falar sobre sentimentos e coisas pelas quais eu passava sendo que eles tinham tantas preocupações mais sérias?" lembrou Diego.

O ginasta concluiu dizendo que esse foi o último fantasma de que estava se livrando, após ter revelado que sofreu abusos quando era mais jovem: Sei que pode ter gente que vai deixar de gostar de mim depois de conhecer a minha história, sei que no culto (Diego afirmou na entrevista que frequenta a igreja 'bola de neve' semanalmente) posso viver situações de preconceito, sei que vir a público e falar tudo isso pode irritar algumas pessoas. Ninguém é obrigado a entender nada, mas é obrigado a respeitar. Nunca mais vou deixar de viver o que eu sou. Eu sou gay" concluiu

foto: Getty Images

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes