Primeira medalhista de ouro olímpico no Esqui Aéreo morre aos 50 anos


Lina Cheryazova, a primeira mulher a ganhar uma medalha de ouro no esqui olímpico, faleceu aos 50 anos de idade.

Autoridades da cidade russa de Novosibirsk, onde Cheryazova estava vivendo nas últimas duas décadas, disseram que ela morreu "após uma longa doença", sem dar mais detalhes.

Competindo pelo recém-independente Uzbequistão, Cheryazova conquistou o ouro quando o esqui aéreo se tornou um evento olímpico oficial - já havia sido um esporte de demonstração - em 1994, em Lillehammer.

Competindo apesar de uma lesão no treino, Cheryazova fez um triple flip para ganhar ouro por menos de um ponto.

Pouco depois de vencer, ela soube que sua mãe havia morrido três semanas antes. Acontece que sua mãe tinha sido gravemente ferida em um acidente industrial e teria pedido para que Cheryazova não fosse informada de sua morte até depois da competição.

A carreira de Cheryazova quase foi interrompida pouco tempo depois, naquele mesmo ano, quando sofreu uma séria lesão na cabeça enquanto treinava nos Estados Unidos, batendo com a cabeça na rampa de treinamentos e passando dias em coma.

A uzbeque se aposentou após os Jogos Olímpicos de Inverno de 1998, onde ela não conseguiu se classificar para a final. Com a pobreza generalizada no Uzbequistão após o colapso da União Soviética, Cheryazova mudou-se para a Rússia, onde ajudou a angariar fundos para os esquiadores e compareceu a eventos do governo para popularizar o desporto e a forma física.

Cheryazova é a única medalhista do Uzbequistão nas Olimpíadas de Inverno e a única mulher a ganhar uma medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Verão ou de Inverno para a nação da Ásia Central.

Foto: Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes