João 'Feijão' Souza é novamente suspenso provisoriamente pela TIU e só pode recorrer em 120 dias


O tenista João Souza, o Feijão, está mais uma vez suspenso provisoriamente pela Tennis Integrity Union (TIU), órgão anticorrupção do tênis. Acusado de manipulação de resultados, o jogador paulista tinha recorrido na última semana e estava liberado para atuar até uma nova decisão proferida nesta quinta-feira (18). Agora, o jogador só poderá recorrer novamente em 120 dias e, até lá, fica proibido de participar de torneios profissionais.

Segundo o advogado do tenista, Michel Assef Filho, a TIU fez um novo pedido de suspensão há três dias, apresentando, segundo ele, uma documentação sem nenhuma prova adicional ao caso. Apesar de ter sido feita uma nova defesa prévia, desta vez, o parecer foi favorável para que se reabrisse a suspensão provisória do atleta até o julgamento do caso.

Feijão está no México, onde disputava o Challenger de San Luís Potosi. Apesar de jogar respaldado pela revogação de sua suspensão na última semana, o tenista de Mogi das Cruzes alcançou duas vitórias no torneio e jogaria novamente nesta quinta contra o chileno Marcelo Barrios Vega. No entanto, com a decisão da TIU, ele está automaticamente eliminado da fase de oitavas de final.

A estratégia da defesa de Feijão agora é tentar julgar o caso o mais rápido possível. Como não pode recorrer em menos de 120 dias - quatro meses - o tenista ficaria fora do circuito pelo menos ao longo de todo esse período. Assim, Michel Assef Filho quer que o caso vá a julgamento com apresentação de provas, testemunhas e defesa. Se houver demora no caso, ele cogita acionar o TAS (Tribunal Arbitral do Esporte) ou até mesmo a justiça comum.

foto: Felipe Pires/ photojump

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes