Brasília recebe etapa do Circuito Sul-Americano de Vôlei de Praia


A quarta etapa do Circuito Sul-Americano de vôlei de praia 2019 começa neste final de semana, de sexta-feira (05.04) a domingo (07.04), em Brasília (DF), no Parque da Cidade. Jogando em casa, o Brasil terá seis duplas em ação, duas no torneio masculino e quatro no torneio feminino, buscando medalhas e a liderança do ranking geral da temporada.

No naipe masculino, o Brasil será representado por Hevaldo/Arthur Lanci (CE/PR), atualmente na segunda posição do ranking nacional, e Ramon Gomes e Fernandão (RJ/ES), que aparecem em sexto e foram medalha de bronze da última etapa do tour brasileiro, em Natal (RN). Ramon comentou a expectativa por representar o país em mais uma oportunidade.

“É sempre incrível representar o Brasil, estou muito feliz de ter essa oportunidade novamente. O resultado de Natal foi muito positivo, estamos crescendo, evoluindo nosso time. A expectativa é muito boa, mas também temos muita tranquilidade para saber que resultados anteriores não entram em quadra.  Temos que pensar no objetivo presente, preocupados em fazer um bom jogo, e não com o resultado, pois isso será consequência.

Ramon e Fernandão estão no grupo B e encaram os primos chilenos Marco e Esteban Grimalt, os venezuelanos Charly/Tigrito, e os colombianos Corredor/Perea. A estreia ocorre nesta sexta, às 8h50 (de Brasília), contra a dupla da Venezuela.  Já Hevaldo/Arthur estão no grupo A e enfrentam na estreia os colombianos Paternina/Cabrera, às 9h40. Eles também duelam na chave contra os bolivianos Edson/Gonzales e Cova/Franco.

Já no naipe feminino, são quatro representantes, sendo que três delas estão na mesma chave. Tainá/Victoria (SE/MS), Carolina Horta/Ângela (CE/DF) e Aline Lebioda/Juliana Simões (SC/PR) se enfrentam no grupo A, que também conta com as venezuelanas Norisbeth Agudo e Gabi Brito. Já Juliana/Andressa (CE/PB) está no grupo B, onde duela contra as argentinas Ana Gallay/Fernanda Pereyra, as uruguaias Camila Bausero/Josefina Vargas e as colombianas Viviana Garzon/Margarita Guzman.

Os pontos obtidos em cada etapa vão para o país, de acordo com a classificação final da melhor dupla de cada nação nos eventos. Ao final, os pontos são somados e o país na liderança do ranking é declarado campeão geral. O Brasil lidera o ranking feminino, com 600 pontos, e aparece em terceiro no masculino, com 500 pontos, enquanto o Chile lidera com 540 e a Argentina aparece na segunda posição, com 520.

Na primeira etapa da temporada, em São Francisco do Sul (SC), o Brasil conquistou o ouro com Josi/Neide (SC/AL) e o bronze com Thiago/George (SC/PB). Na segunda parada, em Coquimbo (Chile), Tainá/Victoria (SE/MS) levou o ouro, Carol Horta/Ângela (CE/DF) ficou com a prata e Jô/Léo Vieira (PB/DF) conquistou o bronze. Em Lima (Peru), o Brasil foi ouro novamente com Josi/Neide (SC/AL) e prata com Eduardo Davi/Adrielson (PR).


O torneio em Brasília conta com 16 duplas em cada gênero, divididas em quatro grupos. Os dois melhores colocados de cada grupo avançam à fase eliminatória de quartas de final. Depois a disputa segue para semifinal, disputa de bronze e final.

Foto: 

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes