Brasil conquista três medalhas de ouro no Aberto da Alemanha de Judô Paralímpico


O Brasil foi representado por nove judocas no sábado, 30, no Aberto da Alemanha, na cidade de Heidelberg, e encerrou a participação com três medalhas de ouro, duas de prata e uma de bronze. Os títulos vieram com Lúcia Araújo, Alana Maldonado e Meg Emmerich, que foi eleita a melhor atleta da competição.
 
"Lutei com algumas adversárias que eu não conhecia, então não sabia como era o jogo delas. Mas graças a Deus deu certo e eu consegui aplicar os golpes na hora certa. E agora pretendo continuar focada nos treinos e aumentar o ritmo para quem sabe estar nas Paralimpíadas de 2020", vibrou Meg Emmerich, que teve um motivo a mais para comemorar com o prêmio de melhor atleta.
 
"Fiquei lisonjeada e feliz com esse prêmio. Dei o meu melhor e encarava cada luta como uma final. Graças a Deus com muito empenho após cinco lutas conquistei o lugar mais alto do pódio", destacou a campeã do peso pesado.
 
Além do ouro de Meg, Lúcia Araújo conquistou a medalha dourada na categoria -57 e Alana Maldonado na disputa do -70kg. A Seleção Brasileira faturou ainda duas pratas. Uma com Maria Núbea Lins também no -57kg e com a lenda Antônio Tenório na divisão até -100kg. O bronze veio com Rebeca Souza na categoria acima de 70kg.
 

Nesta segunda-feira, 2, a delegação brasileira segue para Bordeaux, na França, onde ficará por dez dias em treinamento para dar continuidade na preparação para o Grand Prix IBSA, que acontece no mês de maio, no Azerbaijão. 

Foto; Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes