Adenízia pede afastamento da seleção de vôlei em 2019, mas se põe à disposição para Tóquio 2020


A central Adenízia, campeã olímpica em Londres 2012  anunciou nesta segunda (8) que não irá com a seleção de vôlei nesta temporada. ela, que esteve por 10 anos seguidos sendo convocada para as principais competições, explicou que se ausentará da seleção para casar e  cuidar de sua mãe, que passará por uma cirurgia.

 “Foi bem difícil tomar essa decisão, o voleibol é a minha vida, me dediquei muito pra chegar na seleção, abri mão de muita coisa, mas faria tudo de novo. Ninguém sabe das nossas dores e dificuldades, de viver sem folgas e passar tempo longe da nossa família. Por isso tomei essa decisão, foram dez anos de muito amor e dedicação, mas esse ano tomei a decisão de ficar com a minha família e realizar um grande sonho que é me casar”, explicou Adenízia, disse estar conversando com Zé roberto Guimarães desde janeiro, procurando a melhor decisão em conjunto.

Aos 32 anos, a central acredita na possibilidade de conquistar mais uma medalha olímpica e seguirá a disposição do técnico Zé Roberto para a próxima temporada. “Agora para 2020 não depende só de mim, eu continuarei trabalhando duro, o futuro só a Deus pertence”, afirmou

foto:CBV/Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes