Mundial de Ciclismo de Pista 2019 - Dia 3


Cinco finais foram disputadas no terceiro dia do Mundial em Pruszków (POL), com a Holanda sendo o país de maior destaque com dois ouros.

Duas finais foram disputadas no feminino. Na prova do Sprint, o ouro ficou com a atleta de Hong Kong, Wai Sze Lee, que venceu na final a australiana Stephanie Morton. Foi o primeiro título mundial de Lee, que havia conquistado dois bronzes nesta prova, em 2013 e 2017. Por sua vez, Morton conquista pela terceira vez consecutiva a medalha de prata. 

O bronze ficou com a francesa Mathilde Gros, que venceu a disputa pela medalha com a alemã Lea Sophie Friedrich. É a primeira vez em 20 anos que uma francesa conquista a medalha no Sprint. A última havia sido a lendária Félicia Ballanger, que em 1999 conquistou o seu quinto Mundial consecutivo.

No Omnium, o ouro ficou com a holandesa Kirsten Wild, que conquistou o bicampeonato da prova, somando um total de 117 pontos, dois a mais que a italiana Letizia Paternoster, que ficou com a prata, com a americana Jennifer Valente com o bronze.


Já no masculino foram disputadas três finais. Na Corrida por pontos, o ouro ficou com o holandês Jan Willem van Schip, que somou 104 pontos e conquistou o seu primeiro título mundial, depois da prata no ano passado. O espanhol Sebastian Mora ficou com a prata e o irlandês Mark Downey com o bronze.

Na prova do Contrarrelógio, o ouro ficou com o francês Quentin Lafargue, que conquistou seu primeiro título nesta prova, depois do bronze em 2016 e a prata em 2017. A prata ficou com o holandês Theo Bos e o bronze com o francês Michael D'Almeida.

E na prova da Perseguição individual, o ouro ficou com o italiano Filippo Ganna, que conquistou o seu terceiro título mundial. O alemão Dominic Weinstein ficou com a prata, repetindo o feito de 2016, e o italiano Davide Plebani completou o pódio.

O quarto e penúltimo dia de competições terá a disputa de quatro provas valendo medalhas. No masculino será disputada a prova do Omnium. Já no feminino haverá as disputas do Madison, Perseguição individual e o Contrarrelógio.

Foto: UCI

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes