Mulheres poderão ser maioria na equipe olímpica de 2020 da Grã-Bretanha


A equipe olímpica da Grã-Bretanha nos Jogos de Tóquio 2020 pode entrar na história como a primeira a conter mais mulheres do que homens.

Mark England, chefe de missão da equipe, fez essa previsão provisória em uma coletiva de imprensa na sede da Associação Olímpica Britânica (BOA) em Londres, marcando o marco dos "500 dias para ir".

"Achamos que podemos ter mais mulheres na equipe do que os homens pela primeira vez", disse England.
Com cinco novos esportes adicionados ao programa em uma única base, o BOA está esperando uma equipe de GB composta por pouco mais de 370 atletas, contra 366 nos últimos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro.

O Chefe de Missão alertou, no entanto, que até agora apenas cerca de 20 atletas britânicos se qualificaram para Tóquio: 15 velejadores, um atirador e seis atletas equestres.

Haverá muito mais eventos em Tóquio do que no Rio - um esperado 339 contra 306.

No entanto, a Grã-Bretanha é compreensivelmente cautelosa sobre ganhar novamente o número de medalhas alto da Rio 2016.

No Rio 2016 a Grã-Bretanha foi a segunda colocada no quadro de medalhas, atrás apenas dos EUA.

"Temos uma tarefa difícil para fazer melhor do que no Rio de Janeiro", reconheceu England.

China e Rússia, assim como o Japão irão mirar o segundo lugar no quadro de medalhas em Tóquio.

Foto:Getty Images

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes