Legado olímpico dos Jogos de Inverno de 2022 é prioridade na China


A preocupação de que os eventos olímpicos ajudem a transformar a realidade da cidade, região ou até mesmo país que recebe os jogos é cada vez mais pulsante. A China irá receber os Jogos Olímpicos de Inverno em 2022, que será sediado em Pequim.

Nos últimos dias foi anunciado que os locais de competição dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022 e a vila dos atletas, localizada na área de Zhangjiakou, serão convertidos em um Parque Olímpico, em uma tentativa de garantir que as instalações sejam utilizadas após os Jogos.

"Os locais incluem o centro nórdico de esqui e resorts de esqui cross-country e o centro de biatlo. Zhangjiakou planeja usar essas instalações como base para a construção de um destino turístico de classe mundial", disse Li Li, vice-diretor do comitê organizador dos jogos.

O resort de saltos de esqui incidirá no turismo de negócios, com instalações para conferências, enquanto o curso de esqui permanecerá em uso para competições de esqui e treinamento nos meses de inverno.

O resort de esqui cross-country será convertido em uma instalação para camping equestre e ao ar livre, com um parque de montanhas e um centro de entretenimento ao ar livre a ser construído.

O centro de biatlo está preparado para receber aulas de esqui para crianças e várias atividades de experiência no gelo e na neve, enquanto atividades de hipismo, mountain bike e mountain rollers terão lugar nos meses de verão.

"As Olimpíadas de Inverno de Pequim trouxeram uma série de mudanças positivas para Zhangjiakou, em termos de transporte, ambiente ecológico, indústria verde, esportes de inverno e renda das pessoas", acrescentou Li.

Localizado a cerca de 200 km a noroeste de Pequim, Zhangjiakou sediará snowboard, esqui freestyle, esqui cross-country, saltos de esqui, competições combinadas nórdicas e de biatlo durante os Jogos de Inverno de 2022.

Foto: Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes