Gabriel Medina prevê duelo contra John John Florence em 2019 e revela conversas com Neymar e Bruninho sobre olimpíadas


O surfista Gabriel Medina concedeu entrevista coletiva em São Paulo antes de seguir para o Havaí para fazer sua pré-temporada para a temporada 2019 da Liga Mundial de surfe. Atual campeão da competição, Medina falou sobre os desafios da temporada 2019 e a volta de John John Florence, que se contundiu em 2018 e volta agora para a temporada 2019:

"Nossa relação é muito boa. É que sempre criam uma rivalidade. Como temos dois títulos cada, acho que essa rivalidade vai crescer mais ainda. Este ano ele está voltando. Fique sabendo que ele já está bem. Vai ser um ano bem legal. Estou ansioso. Eu assisto bastante o John John, me inspiro nele. Gosto de ter alguém competitivo como ele assim."

Medina falou da chance de classificação para Tóquio 2020 pela Liga mundial e revelou que recebeu conselhos dos amigos campeões olímpicos Bruninho e Neymar: "Acabou que o Bruninho e o Neymar ganharam a medalha olímpica pelo Brasil. Eu converso mais com o Bruninho, porque o pessoal do vôlei fica mais no Parque Olímpico, enquanto o futebol é separado. Conversei bastante com os dois, foi uma experiência incrível, os dois falaram super bem, ainda mais acabando com uma medalha de ouro. Espero um dia estar junto com eles na Olimpíada de Tóquio"

Medina também falou sobre a importância do ano para sua carreira: "Esse ano pode ser o ano mais importante da minha vida. Primeiro que eu vou chegar no objetivo que eu sempre tive, que é ser três vezes campeão do mundo. E tem essa vaga automática para a Olimpíada. É um ano que vou tratar de forma bem especial e vou me dedicar um pouco mais"

Medina revelou não conhecer o local do surfe nas olimpíadas em Tóquio, na cidade de Chiba. Ele deve participar da etapa do WQS (divisão de acesso da liga mundial de surfe) que será lá para conhecer as ondas japonesas: "Eu nunca fui para o Japão. Vai ser minha primeira vez. Devo ir antes da Olimpíada para conhecer o lugar e ver a onda. Não tenho noção como é o Japão e nem as ondas. Vai ser mais uma missão. Tem bastante tempo, dá para fazer tudo com calma, mas fiquei sabendo que é um lugar de onda pequena" concluiu

com informações de UOL e globoesporte.com
foto: Cestaro/WSL

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes