CBBC aposta em campeões brasileiros para impulsionar Seleção de basquete em Cadeira de Rodas


As equipes brasileiras de basquete em cadeira de rodas ficaram até o domingo, 3, no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo, realizando as primeiras fases de treinamento da temporada. Os times fizeram trabalho intensivo, com vistas à classificação aos Jogos de Tóquio 2020, e apostam na base dos times campeões nacionais para alcançar os objetivos do ano. 

Oito dos 16 jogadores do elenco masculino são da ADD Magic Hands, equipe que sagrou-se campeã brasileira em janeiro deste ano. A estratégia repetiu-se com o time feminino, em que oito jogadoras vêm do All Star Rodas Pará, que venceu o Nacional do gênero em novembro passado. 

"O fato de os atletas já atuarem juntos em seus clubes é uma facilitação, pois este entrosamento é muito importante no basquete em cadeira de rodas. É um fator que agrega à Seleção, sem dúvidas. As pontuações dos atletas da ADD são as justamente necessárias para a Seleção", disse Sileno Santos, técnico do time masculino.

Ao todo, serão cinco encontros das equipes nesta temporada até os Jogos Parapan-Americanos de Lima, no Peru, em agosto. O torneio classificará os três melhores times masculinos e os dois melhores femininos aos Jogos Paralímpicos de Tóquio. A equipe masculina ainda tem a previsão de disputar um torneio na Bélgica, em abril, para ambientar-se às grandes equipes do cenário internacional. 


Além do trabalho em quadra, os times foram submetidos a testes pelo departamento de Ciência do Esporte do Comitê Paralímpico Brasileiro. A intenção é realizar os ajustes necessários para ter os jogadores nas melhores condições possíveis. "A confederação e o CPB têm feito um trabalho muito bom, com todo o suporte que necessitamos", completou Sileno. 

Foto: Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes