Calderano e Monteiro são eliminados do Aberto do Catar de Tênis de Mesa


Thiago Monteiro fez mais uma ótima partida no torneio individual do Aberto do Catar, competição platinum do Circuito Mundial de Tênis de Mesa. Nesta quinta-feira (28), na Ali Bin Hamad Al Attiyah Arena, em Doha, ele fez um confronto equilibrado contra o sul-coreano Jang Woojin, 11° do mundo, mas acabou derrotado, de virada, por 4 a 2 (4/11, 11/7, 11/9, 8/11, 8/11 e 4/11).

Hugo Calderano, número 6 do mundo e atual vice-campeão do torneio, também se despediu na fase de 32. Ele foi superado pelo belga Cedric Nuytinck, 68° do ranking mundial, por 4 a 2 (4/11, 14/16, 11/8, 9/11, 11/4, 7/11).

Monteiro teve grande dificuldade no primeiro set. O sul-coreano dominou as ações e fechou em 11 a 4, com facilidade. Mas o brasileiro reagiu no segundo set, dificultou as ações do adversário e levou a segunda parcial, com 11 a 7.

No terceiro set, Woojin chegou a abrir cinco pontos de vantagem e parecia que levaria com facilidade. Monteiro passou a se defender bem e forçou o erro adversário, virando para 11 a 9. O brasileiro continuou bem na partida no quarto set, mas o sul-coreano errou menos que na parcial anterior e voltou a empatar o confronto em sets.

O brasileiro continuou dificultando demais a vida do sul-coreano, chegando a estar com vantagem de 6 a 3. O brasileiro encaminhava a vitória, mas Woojin fez cinco pontos consecutivos quando perdia por 8 a 6 e conseguiu a virada. A partir daí, Monteiro não se encontrou mais na partida, perdendo o sexto set e o confronto, por 4 a 2.

Thiago Monteiro vinha de uma grande campanha na fase preliminar, com três vitórias expressivas, inclusive contra o número 25 do mundo, o nigeriano Quadri Aruna. A boa campanha no torneio deve render muitos pontos no ranking, onde atualmente ele ocupa a 104ª posição. Monteiro é um dos oito brasileiros que participam do Campeonato Mundial de Tênis de Mesa, no final de abril, em Budapeste (HUN).

Dia ruim de Calderano
Minutos antes do jogo de Monteiro, Hugo Calderano enfrentou o belga Cedric Nuytinck. Mas em poucos momentos ameaçou o adversário no confronto.

Ele começou a partida muito mal. Errando demais, viu Nuytinck abrir no placar com tranquilidade e fechar em fáceis 11 a 4. No segundo set, passou a contra-atacar melhor e começou impondo seu jogo. Conseguiu abrir cinco pontos de vantagem, mas viu o belga encostar no marcador. O técnico Jean-René Mounie chegou a pedir tempo, mas o empate aconteceu em 9 a 9. A partir de então, os dois atletas se revezaram na frente do placar, até que finalmente Nuytinck fechou em 16 a 14.

Um novo início ruim de Calderano no terceiro set, quando começou perdendo por 4 a 1. Mas, desta vez, ele reagiu rapidamente, equilibrou a partida e fechou em 11 a 8. O equilíbrio foi ainda maior na parcial seguinte, quando nenhum dos dois atletas conseguia vantagem expressiva no placar. No final, Nuytinck abriu dois pontos e conseguiu marcar 3 a 1 em sets.

O brasileiro parecia ter acordado de vez no quinto set. Arrasador, chegou a estar vencendo por 7 a 0 e fechou em 11 a 4. Mas Nuytinck voltou a dominar o confronto no sexto set, fazendo 11 a 7 e conquistando a vaga na próxima fase.

Foto: ITTF

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes