Vice em 2015, Fábio Fognini estreia nesta segunda na abertura do Rio Open de Tênis

Jogador com mais vitórias conquistadas nas cinco edições do Rio Open de Tênis, o italiano Fabio Fognini estreia nesta segunda-feira no maior torneio de tênis da América do Sul. Atual 15º do ranking mundial e cabeça de chave 2, Fognini soma 11 vitórias, que lhe valeram um vice-campeonato em 2015 e a semifinal no ano passado. Uma das estrelas da sexta edição, Fognini estreia contra o jovem canadense Felix Auger-Aliassime, às 19h, na quadra central do Jockey Club Brasileiro, e espera usar esse bom retrospecto para lutar pelo título.

"Estatísticas são apenas números, os jornalistas que gostam disso. Mas me sinto muito bem aqui, o público brasileiro gosta de mim. É um torneio grande, que jogo com muita vontade, então espero usar isso para ter uma boa semana e conquistar um bom resultado", disse o dono de oito títulos na carreira, sendo três deles conquistados no ano passado.

O adversário da estreia é o canadense Felix Auger-Aliassime, de 18 anos, um dos jogadores da Next Gen da ATP. Fognini, de 31 anos, e que foi pai há dois anos com a ex-jogadora Flavia Penetta, nunca enfrentou o jovem promissor. "Será um jogo bem duro, ele é um jogador jovem, mas tem qualidade e acredito que será uma grande estrela no futuro".

Auger-Aliassime é o 103º do ranking mundial, e um dos maiores prodígios dos últimos anos. Foi o tenista mais jovem a passar um qualificatório e vencer um jogo de torneio nível Challenger. Possui quatro títulos de Challenger, marca similar a nomes como do sérvio Novak Djokovic e do argentino Juan Martin Del Potro.

O primeiro dia de Rio Open também verá a estreia do jovem brasileiro Thiago Wild. O campeão juvenil do US Open 2018 enfrentará o japonês Taro Daniel, após a partida de Fognini. Mais cedo, na abertura da quadra central, às 16h30, o chileno Nicolas Jarry, semifinalista do Rio Open 2018, enfrentará o espanhol Roberto Carballes Baena.

Rogerinho perde e fica fora da chave principal
As últimas quatro vagas na chave principal do Rio Open foram definidas neste domingo, no último dia do qualifying. O brasileiro Rogério Dutra Silva foi derrotado pelo argentino Juan Ignacio Londero por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (2) e 6/2, e ficou de fora. Além de Londero, campeão do ATP de Córdoba há uma semana, os outros tenistas que entraram na chave principal foram o norueguês Casper Ruud, o boliviano Hugo Dellien e o sueco Elias Ymer.

RESULTADOS:
Juan Ignacio Londero (ARG) 2 x 0 Rogério Dutra Silva (BRA) - 7/6 (5) e 6/2
Casper Ruud (NOR) 2 x 0 Facundo Bagnis (ARG) - 7/5 e 6/4
Hugo Dellien (BOL) 2 x 0 Carlos Berlocq (ARG) - 6/3 e 7/6 (2)
Elias Ymer (SUE) 2 x 1 Pedro Martinez (ESP) - 6/4, 1/6 e 6/4
Cameron Norrie (GBR)/João Sousa (POR) 2 x 1 Mateus Alves (BRA)/Thiago Wild (BRA) - 6/4, 6/7 e 10/4

Exibição de duplas mistas com brasileiros anima público no Jockey
O público que foi acompanhar a última rodada do qualifying teve a oportunidade de acompanhar um jogo exibição de duplas mistas entre os brasileiros Beatriz Haddad Maia/Marcelo Melo e Teliana Pereira/Bruno Soares. Em jogo descontraído, Bia e Marcelo venceram por 2 sets a 0, com parciais de 4/3 e 4/1.

Animado com o apoio da torcida, Marcelo prometeu uma boa participação da dupla brasileira no Rio Open. "O carinho de todos vocês é sensacional, o Bruno e eu faremos o máximo para buscar o título deste ano", disse.

Foto: FOTOJUMP

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes