Rússia diz que nova candidatura olímpica é possível mesmo com escândalo de doping


O ministro do Esporte da Rússia, Pavel Kolobkov, disse nesta quinta-feira que o país está interessado em sediar as Olimpíadas em 2032 ou 2036, apesar de ainda enfrentar as conseqüências de anos de escândalos de doping.

"No que diz respeito à organização e sediamento, não há dúvidas de que a Rússia estaria pronta para sediar essas competições", disse Kolobkov à agência de notícias estatal Tass. "É muito interessante para nós e precisamos olhar mais para isso".

Com Paris confirmada para sediar os jogos de 2024 e Los Angeles o anfitrião em 2028, os jogos de 2032 seriam a próxima oportunidade para a Rússia sediar suas primeiras Olimpíadas desde Moscou em 1980.

“Está claro para o Comitê Olímpico Internacional, qualquer federação e todo o mundo que a Rússia tem uma certa qualidade em sediar competições. Provavelmente, é sempre certo que as competições realizadas em nosso país sejam consideradas algumas das melhores no nível organizacional ”, disse Kolobkov.

A Rússia sediou as Olimpíadas de Inverno de 2014 em Sochi, quando a Agência Mundial Antidoping alegou que havia um programa apoiado pelo governo para dopar atletas russos e falsificar seus resultados de testes de drogas trocando amostras sujas por urina limpa. O governo russo até hoje nega as acusações.

O presidente russo, Vladimir Putin, disse anteriormente que Sochi, São Petersburgo e Cazan podem receber edições futuras dos Jogos Olímpicos de verão.

Foto: Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes