Dois atletas russos recebem suspensão de 4 anos por teste positivo para meldonium

Dois atletas foram suspensos pela Federação Russa de Atletismo (ARAF) após testar positivo para a substância proibida meldonium.

De acordo com a agência de notícias estatal russa TASS, Alexey Kiselev e Vasily Minaev foram banidos por quatro anos desde 27 de agosto de 2018.

Kiselev é descrito como um corredor de média distância de 18 anos, enquanto o evento preferido de Minaev, de 35 anos, é a maratona.

A TASS afirmou que nenhum dos atletas obteve grande sucesso internacional ou domesticamente na Rússia.

O medicamento, que pode ser usado para tratar doenças cardíacas, foi adicionado a uma lista de substâncias proibidas pela Agência Mundial Antidoping (WADA) no início de 2016.

Antes disso, os atletas podiam usar a droga em competição sem o risco de suspensão, mas ela foi adicionada à lista proibida da WADA depois que a entidade concluiu que poderia ajudar no desempenho atlético, aumentando o fluxo sanguíneo para os músculos.

Nos estágios iniciais de 2016, 172 atletas testaram positivo para a droga, incluindo a cinco vezes ganhadora de Grand Slam, a russa Maria Sharapova.

Enquanto Sharapova foi forçada a cumprir uma proibição de 15 meses, muitos outros que testaram positivo no início do ano escaparam da punição depois que a WADA admitiu uma falta de certeza sobre quanto tempo leva para traços da droga deixar o corpo.

A RusAF está atualmente suspensa pela Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF) e seus atletas são obrigados a concluir de forma neutra em competições internacionais.

Isso ocorre por conta do relatório Mclaren que veio a tona em 2015 e relatou um doping sistemático patrocinado pelo estado no esporte do país, desde então os atletas russos competem como neutros em competições da IAAF.

Foto:Getty Images

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes