Cory Juneau é o primeiro skatista norte-americano a testar positivo para o THC e sofrer suspensão

Pela primeira vez um skatista norte-americano foi suspenso por testar positivo para o Tetrahidrocanabinol (THC). Como forma de punição, o atleta profissional Cory Scott Juneau terá os resultados e prêmios conquistados entre 28 de janeiro e 28 de abril de 2018 desconsiderados. De acordo com a Agência Antidopagem dos EUA (USADA) , Cory foi pego em um exame antidoping justamente no Brasil, durante um evento de Park no início do ano passado.

Com a estreia da modalidade nos Jogos Olímpicos de Tóquio, a expectativa é que o controle de doping esteja cada vez mais presente no mundo do skate. Historicamente, skatistas profissionais não precisavam lidar com protocolos de testes de drogas para competir. Com a entrada do esporte no programa olímpico, todos os atletas são obrigados a seguir as regras internacionais antidoping. E essas leis atualmente proíbem o THC.

Ainda sobre o caso de Cory Scott Juneau, o jovem de 19 anos teve inicialmente uma punição de seis meses. Mas, de acordo com a declaração da USADA, a agência tomou a decisão de reduzir o período de inelegibilidade porque Juneau concluiu um programa educacional antidoping. O skatista é uma das promessas do país para Tóquio 2020.


foto: Reprodução/ instagram

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes