COB desenvolve aplicativo de gestão administrativa e um portal de transparência para confederações

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) lança neste mês de fevereiro dois aplicativos para contribuir com as confederações esportivas na evolução de sua gestão administrativa e na transparência de suas atividades: Sysconf e Portal da Transparência COB, respectivamente. A iniciativa vai aprimorar e, na maioria dos casos, criar um gerenciamento de dados, documentos e prestações de conta das entidades que ainda não possuem um sistema operacional informatizado, sem qualquer custo. 

O Sysconf foi desenvolvido para contribuir com o aprimoramento organizacional das confederações e atender a legislação em vigor em questões relativas à transprência. Através de interfaces modernas, elas poderão gerenciar projetos, contratos, finanças, estoque, pessoas e instituições, com total segurança e online, sem a necessidade de instalação de equipamentos em sua estrutura física.

As confederações que tiverem interesse em usar o Sysconf terão uma exclusiva estrutura de acesso instalada com banco de dados isolado, sem qualquer compartilhamento de informação. Quando uma instituição acessar a plataforma, visualizará o painel de controle com as principais informações disponibilizadas de forma ágil e direta. Sem contar que cada usuário poderá personalizar a visualização da maneira mais conveniente ao seu trabalho.

“Logo que assumiu, o presidente Paulo Wanderley identificou uma carência de ferramentas administrativas para controle de gestão em entidades esportivas. Com o Sysconf, estamos oferecendo uma administração profissional permitindo inclusive que todas as informações sejam encaminhadas automaticamente para o Portal Transparência COB. Uma automação de processos que vai gerar um importante ganho em eficiência”, explica o diretor geral do COB, Rogério Sampaio. 

O Portal Transparência COB foi criado no fim de 2018 para hospedar publicamente informações sobre execução orçamentária e financeira das confederações, uma vez que recebem recursos públicos garantidos pela Lei Agnelo/Piva. 

“Como as entidades também devem seguir os critérios de acessibilidade, ou seja, disponibilizar acesso através da linguagem de libras e por audiovisual, o COB pretende facilitar a adesão de todo sistema esportivo brasileiro a esse requerimento legal, que aproximará as entidades ainda mais de todos os cidadãos”, revela o gerente executivo de TI do COB, Leonardo Barbosa.

Dezenove Confederações Brasileiras Olímpicas já aderiram ao Portal de Transparência COB: Vela; Golfe; Tiro com Arco; Pentatlo Moderno; Desportos na Neve; Handebol; Ginástica; Desportos no Gelo; Esgrima; Tênis de Mesa; Badminton; Ciclismo; Basquete; Tiro Esportivo; Wrestling; Escalada; Levantamento de Peso; Hóquei sobre Grama e Beisebol e Softbol. Outras Confederações já cumpriram com as exigências legais através de ferramentas próprias.

Sysconf e seus módulos de trabalho: 
Projetos – gerenciamento de todas as informações dos projetos em andamento, como atividades, documentos, etapas, parcerias, metas, orçamentos, riscos, situações e stakeholders, permitindo o mapeamento completo do projeto.

Recursos Humanos – gerenciamento dos colaboradores, como ficha cadastral completa e com registro de afastamentos, mudanças de cargos e salários, dependentes, férias e folhas de pagamento. Controle total de quem estiver envolvido na modalidade de forma direta ou indireta, através do gerenciamento de atletas, oficiais, prestadores de serviços, responsáveis e técnicos com fichas cadastrais completas e com um dinâmico sistema de busca.

Estoque - controle de aquisição, transferência e retirada de itens com gerenciamento eficiente de todos os suprimentos devidamente cadastrados e de forma categorizada. Será possível visualizar os estados de seus estoques através de um relatório completo de inventário.

Instituições - gerenciamento de todas as entidades relacionadas à modalidade. Será possível realizar o registro de federações, clubes, fornecedores, instituições governamentais e estudantis, além dos patrocinadores, mantendo todas as informações devidamente sistematizadas.

Financeiro – registro de todas as receitas e despesas organizadas em um plano de contas por centro de custo. O sistema também vai permitir a geração de diversos relatórios garantindo a análise precisa da gestão dos recursos financeiros da entidade com maior controle e praticidade.

Foto: Divulgação




Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes