PyeongChang é notificada para demolir 200 milhões de dólares em locais que sediaram as Olimpíadas de Inverno

O Serviço Florestal da Coreia fez recentemente um pedido ao Governo Provincial de Gangwon para que o Jeongseon Alpine Centre, construído para os eventos olímpicos de Inverno de Pyeongchang em 2018, fosse restaurado à sua condição original.

Antes dos Jogos, um acordo foi firmado entre o Serviço Florestal da Coreia e o Governo Provincial de Gangwon, que declarou que o Provincial de Gangwon foi autorizado a usar a terra que o Serviço Florestal da Coreia possui, de maio de 2014 a 31 de dezembro de 2018.

O acordo de desenvolvimento entre o Serviço Florestal da Coreia e o Provincial de Gangwon foi feito sob a condição de que o ambiente fosse restaurado de volta ao seu estado original e natural após a conclusão dos Jogos. O acordo também estabeleceu que o Provincial de Gangwon deveria apresentar um plano de restauração para o Monte Gariwang até 31 de janeiro de 2019.

O Jeongseon Alpine Centre, localizado no Monte Gariwang, na Coréia do Sul, custou US$ 200 milhões para ser construído. Mais de 58.000 árvores foram removidas e muitos moradores da pequena aldeia de Sukam, na base do local, também foram deslocados. 
De acordo com o periódico Korea Times: "o governo tem sido criticado por construir pistas de esqui na montanha, destruindo a floresta montanhosa de 500 anos de idade". No entanto, alguns moradores da área estão discutindo para manter o centro alpino - incluindo gôndolas, telecadeiras e estradas - na esperança de atrair turistas de volta à área.

A Korea Times estima que vai custar cerca de 71 milhões de dólares para restaurar a montanha ao seu estado natural. 
Foto: Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes