Em meio a turbulência, Guiné opta por sediar a edição de 2025 da Copa Africana de Nações

A federação guineense de futebol disse que o país sediará a Copa das Nações Africanas de 2025, em vez da edição original de 2023.

A decisão ajuda a eliminar o impasse dos anfitriões - e provavelmente apela para o Tribunal de Arbitragem do Esporte -, em consequência do fato de Camarões ter sido destituído do torneio de 2019 pela Confederação Africana de Futebol há seis semanas.

A federação nacional disse que o presidente da CAF Ahmad confirmou a mudança depois de se encontrar no domingo com o presidente da Guiné, Alpha Conde. A reunião em Conakry também contou com a presença do presidente da FIFA, Gianni Infantino.

O acordo pode permitir que a CAF confirme sedes para as próximas quatro edições até 2025. Seu comitê executivo se reúne na quarta-feira no Senegal para escolher o Egito ou a África do Sul para o torneio em junho.

Camarões, cujos estádios foram julgados não prontos para o torneio de 24 equipes, agora podem ganhar o torneio de 2021 originalmente concedido à Costa do Marfim, e a edição de 2023 pode ir para a Costa do Marfim ao invés da Guiné.




Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes