Bicampeã olímpica no cross country, russa é acusada de agredir treinadora com uma arvore de natal

Detentora de duas medalhas olímpicas no esqui cross country, Olga Danilova (RUS) é acusada de agredir uma treinadora com uma árvore de natal.

Danilova, de 48 anos, também foi medalhista na modalidade em Salt Lake City 2002, mas acabou perdendo a medalha por ter sido flagrada por doping.

Segundo o portal russo Progorod33, o incidente aconteceu na cidade de Alexandrov (RUS) no dia 28 de dezembro de 2018. Danilova chamou a treinadora de cross country Ekaterina Shagova para o seu escritório na escola de cross country que fundou para crianças e jovens. Lá, a ex-atleta acusou Shagova de falta de profissionalismo, a treinadora então acusou Danilova de não ter comparecido a escola desde 2014.

Segundo Shagova, que fez um boletim de ocorrência, Danilova pegou uma árvore de natal enfeitada do seu vaso e começou a bater nela. A treinadora começou a se defender, então a ex-atleta começou a tentar esganar Shagova, que conseguiu finalmente fugir do escritório.

Após o B.O feito por Shagova, Danilova também foi a policia para acusar a treinadora de agressão. Após as inspeções e os exames, a policia se recusou a abrir um caso por falta de provas.

Foto: Divulgação



Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes