Australian Open 2019 - Dia 10


O décimo dia de disputas em Melbourne viu a classificação dos últimos semifinalistas de simples, que teve como destaque uma virada incrível na Karolina Pliskova sobre a Serena Williams. Nas duplas, Bruno Soares obteve uma classificação e uma eliminação.

Feminino:

O duelo entre a japonesa Naomi Osaka e a ucraniana Elina Svitolina valia não apenas uma vaga na semifinal, como também a permanência na briga pelo topo do ranking mundial. E a japonesa levou a melhor, vencendo a partida por 2 a 0 (6-4 e 6-1), em uma hora e doze minutos de partida.

A última vaga na semifinal foi decidida entre a americana Serena Williams e a tcheca Karolina Pliskova. A tcheca venceu o primeiro set por 6-4 e a americana devolveu a parcial no set seguinte. No terceiro set, Serena vencia por 5-1, quando sacou pro jogo e teve o seu primeiro match point em 40-30. Durante a troca de bolas, além de perder sua primeira oportunidade de fechar o jogo, a americana teve uma leve torção no tornozelo esquerdo, mas não pediu atendimento médico e seguiu na partida normalmente. 

A tcheca se aproveitou do momento, conquistou três pontos seguidos e devolveu uma das quebras de saque, diminuindo a diferença para 5-2 e quebrou novamente o saque da Serena, quando a americana sacava novamente para fechar o jogo em 5-3. Serena ainda teve outros três match points quando a Pliskova sacava no décimo, mas a tcheca conseguiu salvar todos e empatar a partida em 5-5. Cheia de moral, 

Pliskova quebrou novamente a Serena no game seguinte, sem que a americana marcasse um ponto, para fechar no game seguinte o jogo em 7-5, em duas horas e dez minutos, numa virada incrível em que a própria disse que foi a maior de sua carreira.

Esta é a primeira vez que Pliskova chega a uma semifinal do Australian Open. Pliskova e Osaka se enfrentam não somente apenas por uma vaga na final, mas também para decidir quem sobrevive na briga pelo número um do ranking. No confronto direto, a tcheca leva vantagem com duas vitórias em três partidas.


Masculino:

O francês Lucas Pouille, que até este ano nunca havia passado da primeira rodada do Australian Open, conseguiu a classificação para a semifinal após bater o canadense Milos Raonic por 3 a 1 (7-6(4), 6-3, 6-7(2) e 6-4), em três horas e dois minutos de partida.

Pouille enfrentará na semifinal o sérvio Novak Djokovic que jogou apenas um set e meio contra o japonês Kei Nishikori. O sérvio venceu com facilidade o primeiro set por 6-1, quando o japonês pediu atendimento médico após sentir uma lesão na coxa direita. Ele voltou para o jogo e quando Djokovic abriu 4-1, Nishikori acabou abandonando a partida, após 52 minutos de jogo.

Duplas:

O brasileiro Bruno Soares conquistou uma vitória e uma derrota neste décimo dia do Australian Open. Pelas quartas de final da chave de duplas masculinas, ele e seu parceiro Jamie Murray perderam para o finlandês Henri Kontinen e o australiano John Peers por 2 a 0 (6-3 e 6-4), em uma hora e sete minutos de partida.

Já nas quartas de final da chave de duplas mistas, Bruno teve mais sucesso e ao lado da parceira Nicole Melichar venceram a americana Abigail Spears e o colombiano Juan Sebastian Cabal por 2 a 0 (6-1 e 7-6(3)), em uma hora e três minutos de partida.

Fotos: Tennis Australia


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes