Membros da World Sailling reclamam de fraude em votação sobre Paris 2024

Vários membros do Conselho da World Sailing reclamaram que seus votos na Conferência Anual de 2018 foram registrados incorretamente.

A votação em questão foi a primeira no primeiro dia da Conferência Anual realizada em Saratosa, na Flórida, no início de novembro. Foi para determinar se a controversa edição de 2024 dos Jogos Olímpicos, selecionada na Reunião de Meio de Ano, deveria ser reaberta e reconsiderada. Uma submissão urgente de duas partes [037-18] do Conselho Mundial de Vela procurou facilitar a consideração deste processo de reabertura.

No final da primeira votação, foi declarado que a mudança para reabertura tinha recebido 79% dos votos - 4% a mais do que o limite exigido de 75%.

Seguiu-se um segundo voto que resultou na mudança de eventos mistos dos Jogos Olímpicos.

No fim de semana passada, as minutas das atas da reunião do Conselho Mundial de Vela foram distribuídas para confirmação pelos conselheiros. Um cronograma foi anexado mostrando como conselheiros individuais tiveram seus votos registrados nos vários assuntos e Submissões no final de semana.

Uma cópia da Minuta provisória e do Cronograma de Votação foi encaminhada ao administrador de vela de longa data em nível nacional e internacional dos EUA, Tom Ehman, que publicou o documento em seu site.

Pelo menos três conselheiros que foram contra a submissão urgente 037-18 do Conselho, afirmaram que seus votos foram registrados como "Aprovar" para a questão controversa, ou estão listados como "Abster-se". Acredita-se que um quarto tenha feito afirmações semelhantes.

Os 3 membros falaram que votaram contra.

Se a votação for reaberta, o projeto de alteração de provas olímpicas para Paris 2024 será novamente engavetado, pois não atingira os 75% necessários para a re-abertura.

Foto:World Sailling


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes