Melhores Atletas de 2018 serão conhecidos na 20ª edição do Prêmio Brasil Olímpico

Tudo pronto para a noite de gala do esporte brasileiro. Nesta terça, dia 18, a partir das 20h, serão conhecidos os Melhores Atletas de 2018 e o Atleta da Torcida, durante a vigésima edição do Prêmio Brasil Olímpico (PBO), organizada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) no Teatro Bradesco, no Rio de Janeiro. Ana Marcela (maratona aquática), Ana Sátila (canoagem slalom) e Marta (futebol), no feminino, e Gabriel Medina (surfe), Isaquias Queiroz (canoagem velocidade) e Pedro Barros (skate), no masculino, concorrem ao prêmio de Melhor do Ano.

Já Ágatha e Duda (vôlei de praia), Arthur Zanetti (ginástica artística), Bruno Fratus (natação), Bruno Rezende (vôlei), Eduarda Amorim (handebol), Érika Miranda (judô), Gabriel Medina (surfe), Henrique Avancini (ciclismo mountain bike), Letícia Bufoni (skate) e Marta (futebol) disputam ao Troféu Atleta da Torcida definido no voto popular. A votação só será encerrada durante a cerimônia do PBO e pode ser feita através do site pbo.cob.org.br.

Hall da Fama
As homenagens aos ídolos que fazem parte da história do esporte olímpico brasileiro começam antes mesmo da cerimônia do Prêmio Brasil Olímpico. Às 18h30, o COB lança o seu Hall da Fama. Os primeiros a deixarem suas marcas serão Torben Grael, da Vela, maior medalhista olímpico do Brasil; a dupla Sandra Pires e Jackie Silva, do Vôlei de Praia, primeiras brasileiras a ganharem ouro nos Jogos; e Vanderlei Cordeiro de Lima, único brasileiro a receber a medalha Pierre de Coubertin, maior honraria do COI. A homenagem anual será feita a personagens que contribuíram de maneira marcante com o esporte olímpico brasileiro, promovendo o olimpismo e inspirando novas gerações.

Haverá ainda outras premiações já definidas e que serão entregues durante a cerimônia de gala do esporte brasileiro. O Troféu Adhemar Ferreira da Silva será entregue a Jackie Silva, do vôlei de praia. Primeira medalhista olímpica do esporte feminino brasileiro, com o ouro nos Jogos Olímpicos de Atlanta 96, ao lado de Sandra Pires, será homenageada por representar por valores como coragem, espírito de liderança e eficiência

Renan Dal Zotto, comandante da seleção masculina de vôlei vice-campeã mundial na temporada, e Fernando Possenti, técnico da nadadora Ana Marcela Cunha, ouro na Copa do Mundo de Maratona Aquática em 2018, foram escolhidos os Melhores Técnicos do Ano. Este ano, a premiação recordará o legado de dois grandes líderes do esporte nacional, falecidos recentemente. O Troféu de Melhor Técnico Individual terá o nome de Troféu Jesus Morlán e será entregue a Possenti pelos canoístas Isaquias Queiroz e Erlon Souza. Já o Troféu de Melhor Técnico de Esportes Coletivos será chamado Troféu Bebeto de Freitas. Renan receberá o troféu das mãos de Jorge Barros, o Jorjão, auxiliar técnico de Bebeto durante grande parte de sua carreira.

Geraldo Bernardes receberá o Troféu COI que, em 2018, teve o tema “Olimpismo em ação”. O treinador de judô é mentor da campeã olímpica Rafaela Silva e de Flávio Canto, bronze em Atenas 2004, criou o Instituto Reação que já atendeu mais de quatro mil crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social, e orientou os judocas refugiados, Yolande Bikasa e Popole Misenga, na Rio 2016.

O PBO 2018 terá ainda uma homenagem aos medalhistas nos Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018 e premiará os melhores do ano em 51 modalidades olímpicas.

Foto; Divulgação


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes