Campeã olímpica da patinação de velocidade em pista curta diz que foi abusada por treinador

A duas vezes medalhista olímpica de ouro Shim Suk-hee desmoronou em lágrimas ao contar a uma corte sul-coreana sobre os anos de abuso que sofreu nas mãos de seu técnico.

Com 21 anos, a patinadora de pista curta tem quatro medalhas olímpicas, incluindo o ouro do revezamento em Sochi 2014 e nos jogos desse ano em PyeongChang.

Mas ela disse a um tribunal que seu técnico, Cho Jae-beom, estava batendo nela desde os sete anos - em uma ocasião, quebrando os dedos -, deixando-a "profundamente traumatizada".

Sua violência "continuou aumentando" à medida que crescia, disse ela na audiência em Suwon, sul de Seul.

"Ele me batia com frequência e abusava verbalmente de mim desde que eu tinha sete anos ... em um momento me espancou com um taco de hóquei no gelo e quebrou meus dedos", disse ela.

Apenas algumas semanas antes das Olimpíadas de Pyeongchang, "ele me chutou e me deu um soco tão forte, especialmente na minha cabeça, que até pensei que poderia morrer aqui", disse ela, desmoronando.

Cho admitiu à polícia que ele derrotou Shim e três outros atletas em seu campo de treinamento para "melhorar seu desempenho" e recebeu 10 meses de prisão por agressão em seu julgamento em outubro.

Mas ele apelou contra a sentença.

Shim disse que ela sofreu uma "lavagem cerebral" por Cho que ameaçou encerrar sua carreira esportiva se ela falasse, dizendo que tinha sido "tomada por extremo medo e ansiedade" por Cho durante toda a sua vida.

"Estou recebendo tratamento psicológico para depressão, ansiedade, distúrbios do sono e transtorno de estresse pós-traumático", disse ela.

Ela não testemunhou no julgamento original de Cho por medo de "ter que enfrentá-lo", disse ela na segunda-feira, "mas eu criei coragem porque achei que precisava falar a verdade".

A seleção de curling da Coreia do Sul também acusa o treinador de exploração e abuso verbal.

Foto:AFP

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes