Camarões perde o direito de sediar a Copa Africana de Futebol em 2019

A confederação africana de futebol anunciou na última sexta (30) que Camarões não será mais sede da Copa Africana de nações de 2019 e que uma nova sede deverá ser escolhida nas próximas semanas. A entidade aponta que autoridades governamentais foram ouvidas, mas a lacuna nos requisitos se torna empecilho. Apesar disso, a confederação reitera que os camaroneses seguem como “sérios candidatos” a futuras edições, após “mobilizar recursos significativos e trabalhar incansavelmente”.

Camarões vem enfrentando problemas na organização da copa, que pela primeira vez terá 24 seleções, como segurança e atrasos nas obras para a competição. Sem Camarões, a CAF iniciará um novo processo de escolha da sede. Os países interessados têm até o fim de dezembro para oferecer suas propostas. O favorito para assumir a realização é o Marrocos, que deveriam ter sediado a CAN em 2015, mas abriram mão do torneio por conta do surto de ebola no continente. A Argélia é outra cotada, após perder os últimos pleitos. Costa do Marfim e Guiné haviam sido definidas previamente como os palcos da CAN em 2021 e 2023, respectivamente.

Esta é a quarta edição consecutiva da Copa Africana de Nações em que a sede precisa ser alterada meses antes da realização do torneio. Em setembro de 2011, a Líbia abriu mão da competição de 2013 por conta da guerra civil no país. Foi substituída pela África do Sul. Em outubro de 2014, o problema relatado com Marrocos, que passou à Guiné Equatorial a edição de 2015. Já em 2017, a escolha original dos sul-africanos foi deixada de lado e eles acabaram substituídos pelo Gabão. 


com informações de Trivela
foto: Getty Images

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes