Arthur Zanetti celebra volta ao pódio em 2018 e destaca a importância do mundial de 2019: "Vai decidir nossa vida"

O ginasta Arthur Zanetti teve bons motivos para comemorar. Dono da única medalha do Brasil no mundial de ginástica, prata nas argolas, o atleta 'renasceu' após algumas contusões sofridas e vem muito forte para o mundial de 2019 e os jogos de Tóquio. Em entrevista ao surto olímpico concedida no prêmio Brasil olímpico, Zanetti resumiu o seu ano de 2018:
O ano de 2018 foi bem atípico, mas ao mesmo tempo muito bom. Aconteceram várias coisas, antes do mundial tive uma lesão no bíceps, que me fez parar um tempo, mas deu tempo de voltar ao mundial, onde consegui um bom resultado. Resultado muito importante pois a última vez que tive  no pódio em mundiais foi em 2014, já fazia um bom tempo que eu não estava no pódio. O ano também foi bom por conquistas profissionais, pessoais,casei, 2018 foi maravilhoso! (risos)"

Zanetti conta que assim como no mundial de 2018, ele participará dos aparelhos do salto e solo para ajudar a equipe brasileira em garantir a vaga olímpica no mundial de 2019: "Quero treinar forte e melhorar nesses três aparelhos para estar na seleção, se garantirmos a vaga para 2020, nós vamos ver como vai ser a estratégia da comissão técnica, se vamos fazer a mesma estratégia de 2016 (Nota: Zanetti só disputou a prova das Argolas na competição por equipes) ou não." Explicou

2019 pode ser um ano mais tranquilo para Zanetti, já que sue principal adversário, o grego Elefheterios Petrounias fez uma operação importante  no ombro após o mundial de 2018, e seu desempenho na volta às competições é uma incógnita. Zanetti reconhece que essa é uma contusão complicada de se recuperar, ele já fez a mesma operação, mas deseja que ele esteja melhor o mais rápido possível: 

"Essa é uma lesão que tem vezes você consegue se recuperar rápido, tem vezes que é mais devagar, isso é de atleta para atleta. Mas espero que ele se recupere bem, esteja competindo em 2019 fazendo o seu melhor como sempre fez." Disse Arthur, que tem uma ótima relação com o atleta grego.

Zanetti relembrou a importância do ano de 2019 para a Ginástica brasileira, o que pra ele, vai definir a vida de todos para Tóquio 2020: O próximo ano é o mais importante para gente. Vamos ter o pan-americano, o mundial que servirá de pré-olímpico, é o ano que vai decidir a nossa vida, onde temos que estar mais do que preparados, para conseguir de novo essa vaga por equipes em Tóquio."


foto: Alexandre Loureiro/Exemplus/ COB

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes