Allyson Felix, estrela do atletismo mundial, anuncia o nascimento do primeiro filho

Allyson Felix é a estrela de atletismo feminina mais condecorada da história olímpica dos EUA,. São três medalhas (duas de ouro, uma de prata) nos Jogos Olímpicos de 2016, elevando para nove medalhas olímpicas. A americana também possui um recorde de 16 medalhas em Campeonatos Mundiais da IAAF (11 ouros, 3 pratas, 2 bronzes) e agora mamãe.

Mas não pense que a americana pensa em se aposentar. "A Olimpíada de 2020 é quando eu quero estar na minha melhor fase, o que significa estar na 15ª temporada, aos 32 anos", afirmou. "Precisava dar um pouco de descanso ao meu corpo, depois de uma vida acelerada a todo tempo". E esse descanso foi bem aproveitado por Allyson Felix para dar a luz ao seu primeiro filho.

A decisão mais importante da vida da velocista não foi fácil. "Ter um filho parecia que eu estava arriscando minha carreira e decepcionando todos que torcem para que eu sempre esteja no primeiro lugar. É difícil dizer por que finalmente me senti pronta para começar uma família. Eu apenas sei que eu estava. Isso é um risco e pode afetar a forma como corro em 2019 e 2020. Sei o quanto vai ser difícil, mas estou pronta. Porém, é hora de eu ser o 'eu' real, ao invés de ser quem eu acho que as pessoas querem que eu seja", terminou.

A bebê de Allyson nasceu prematura no dia 28 de novembro após uma cesariana de emergência, cerca de 7 semanas antes do previsto. Camryn - nome da filha da lenda olímpica - teve de ir direto à UTI devido algumas complicações. A mãe atleta também teve complicações, tendo ficado com a pressão sanguínea alterada. Hoje, ambas estão bem e a atleta olímpica se dize feliz: "Agora estou feliz que minha filha está bem. Ela vai ficar na UTI por um tempo, mas está bem e eu estou muito grata".

"Uma das lições que aprendi nessa jornada é que você não pode controlar nada disso. Pode apenas controlar como você reage a isso. Eu escolho ser grato pelo que tenho e faço o meu melhor todos os dias".

"Se eu voltar e não for a mesma, se eu não conseguir me classificar para uma quinta olimpíada, vou saber que lutei, que estava determinada e dei tudo de mim". 

A torcida para Allyson Felix é grande e conta, agora, com a melhor das torcidas: Camryn.

Foto: Divulgação


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes