Precisando de reparos, Velódromo do Rio não vai mais sediar o Brasileiro de Ciclismo

A Confederação Brasileira de Ciclismo anunciou na semana passada a transferência do Campeonato Brasileiro da modalidade, que seria realizado no final do mês no Velódromo do Rio, para Indaiatuba, São Paulo. O motivo é o problema na cobertura do local, danificada por fortes ventos no mês passado, obrigando o fechamento das instalações até que os reparos sejam feitos.

Interditado no dia 14 de outubro após fortes ventos danificarem a sua cobertura, essa não foi a primeira vez que o Velódromo do Rio foi danificado. Dois incêndios atingindo as instalações em 2017, um deles após a queda de um balão em julho. Segundo reportagem do "UOL", uma licitação para a obras de reparo está em curso e o edital prevê um custo de 2,6 milhões de reais. Só após a definição que será dado um prazo para o término da reforma.

O Campeonato Brasileiro de Ciclismo de Pista Elite estava programado para acontecer no local entre os dias 25 de novembro e 2 de dezembro, mas acabou transferido para Indaiatuba, no estado de São Paulo, entre 1 e 8 de dezembro. Essa seria a primeira edição da competição no Velódromo do Rio, construído para as Olimpíadas do Rio de Janeiro e foi considerada a pista mais rápida do mundo, gerando um custo anual manutenção de 11 milhões de reais.


Com informações de UOL e globoesporte.com
foto:Reprodução

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes