Marca fornecedora de uniformes de seleções de Handebol pelo mundo chega ao Brasil

Maior fornecedora do handebol mundial, a Kempa anuncia a sua chegada ao mercado esportivo brasileiro. Patrocinadora de 12 seleções mundiais e de 72 times, a marca alemã inicia a sua operação no país com o objetivo de intensificar a atuação na América Latina e promover o desenvolvimento da modalidade através de sua tecnologia e inovação.

Com nome inspirado no maior jogador de handebol de todos os tempos, o Bernhard Kempa, a empresa - que também pertence ao mesmo grupo da uhlsport e tem representantes em mais de 80 países - se tornou a primeira fornecedora especializada e dedicada exclusivamente ao handebol na Alemanha e no mundo. Graças ao seu diferencial e qualidade de seus produtos, logo virou referência no mercado ao estabelecer novos padrões à modalidade e a marca queridinha das seleções, incluindo as líderes mundiais Alemanha e Rússia, além de Suécia e Romênia que também aparecem no Top 10. A seleção alemã lidera o ranqueamento geral e é primeira nos resultados individuais dos Campeonatos Mundiais Masculino e Feminino, além do Campeonato Júnior Masculino e o Torneio Olímpico Masculino, com 1432 pontos na Federação Europeia de Handebol, entidade responsável pela lista.

E não é para menos tamanho prestígio. A Kempa também é a marca preferida dos atletas ao redor do mundo. Atualmente, são cerca de 125 jogadores (homens e mulheres) patrocinados, entre eles o francês Samuel Honrubia, campeão nos Jogos Olímpicos de Verão de 2012, em Londres, e o alemão Marius Steinhauser, atual campeão nacional com o SG Flensburg-Handewitt.

Para o CEO da Kempa Brasil, César Alberto Ferreira, a chegada da marca é importante para um novo impulso ao handebol brasileiro visando ampliar o número de praticantes.

“Temos um potencial enorme de aumentar a prática deste esporte, pois ele é praticado no mesmo piso onde se joga futsal e vôlei, além de ser um esporte mais democrático por permitir o jogo entre colegas de uma mesma sala de aula ou amigos, independente do sexo”.

De acordo com a Confederação Brasileira de Handebol, o handebol é o segundo esporte mais praticado nas escolas do Brasil por cerca de 1 milhão de jovens, atrás somente do futebol. Desde os Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, em 2007, o número de adeptos não para de crescer. Em 2013, inclusive, a seleção brasileira feminina fez história e conquistou o seu primeiro título mundial – e de forma invicta.

Foto: Divulgação


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes