Grand Prix de Patinação Artística - Interanationaux de France: Dia 2

Dia de definição dos vencedores no Internationaux de France, sexta etapa do Grand Prix de Patinação Artística e última antes da final a ser disputada em Vancouver, Canadá, a partir do dia 6 de dezembro. Boas performances técnicas garantiram as vitórias dos favoritos Nathan Chen, dos EUA no individual masculino, de Vanessa James e Morgan Ciprés, da França nos pares e de Gabriella Papadakis e Guillame Cizeron, também da França na Dança no Gelo. No feminino a revelação japonesa Rika Kihira acertou seus saltos e conquistou mais uma vitória, se garantindo na final do Grand Prix.


Masculino:

A técnica falou mais alto: com um programa sem erros graves e com três saltos quádruplos e um triplo axel, além de piruetas corretas e um bom trabalho de solo, o norte-americano Nathan Chen se redimiu da performance falha do dia anterior e ganhou a competição, com 184.64 pontos no programa livre e uma somatória final de 271.58. Com o resultado, Chen está classificado para as finais do Grand Prix.

Jason Brown, também dos EUA, primeiro colocado no dia anterior fez novamente um programa de elevado valor artístico—a melhor nota de componentes criativos do dia—mas baseado em saltos triplos e duplos, além de ter sofrido a anulação de um salto numa combinação: acabou com a terceira pontuação do dia e o segundo lugar na soma geral. Brown comemorou o resultado como um progresso desde sua mudança de equipe técnica ocorrida no meio deste ano, quando passou a treinar no Canadá com Tracy Wilson e Brian Orser: "Tenho um longo caminho a fazer, mas estou realmente feliz com o desenvolvimento que tive desde o início da temporada."

Alexander Samarin da Rússia teve que lutar para seu programa não acabar com falhas maiores, salvando uma quase queda num salto quádruplo Lutz sub-rotado e tendo que compensar outra sub-rotação grave num salto triplo Axel: ficou com a quarta maior nota do dia, e na somatória final caiu para a terceira posição, com 247.09 pontos.

CLASSIFICAÇÃO - MASCULINO-PROGRAMA LIVRE:

1. Nathan Chen (EUA) 184.64 pontos
2. Dmitri Aliev (RUS) 162.67 pontos
3. Jason Brown (EUA) 159.92 pontos
4. Alexander Samarin (RUS) 156.23 pontos
5. Kevin Aymoz (FRA) 150.16 pontos
6. Romain Ponsart (FRA) 144.89 pontos
7. Deniss Vasiljevs (LET) 138.96 pontos
8. Keiji Tanaka (JPN) 136.97 pontos
9. Daniel Samohin (ISR) 133.66 pontos
10. Boyang Jin (CHN) 129.48 pontos

Abandonou - Nicolas Nadeau (CAN) 

CLASSIFICAÇÃO FINAL - MASCULINO- INTERNATIONAUX DE FRANCE

1. Nathan Chen (EUA) 271.58 pontos
2. Jason Brown (EUA) 256.33 pontos
3. Alexander Samarin (RUS) 247.09 pontos
4. Dmitri Aliev (RUS) 237.82 pontos
5. Kevin Aymoz (FRA) 231.16 pontos
6. Romain Ponsart (FRA) 229.86 pontos
7. Deniss Vasiljevs (LET) 221.26 pontos
8. Keiji Tanaka (JPN) 216.32 pontos
9. Boyang Jin (CHN) 208.89 pontos
10. Daniel Samohin (ISR) 205.99 pontos

Abandonou - Nicolas Nadeau (CAN) 

Dança no Gelo:

Um show perfeito: assim se pode definir a performance da Dança Livre da dupla francesa Gabriella Papadakis e Guillaume Cizeron: novamente foi a única a conquistar notas 10 dos juízes na parte artística, novamente liderou em técnica conquistando graus de execução extremamente elevados em quase todos os elementos e confirmou uma vitória certa: 132.5 pontos no dia e uma somatória final de 216.78, mais de 16 pontos à frente dos segundos colocados, os russos Victoria Sinitsina e Nikita Katsalapov, que terminaram a competição com 122.47 pontos no dia e 200.38 pontos na somatória. Foram as melhores pontuações de Dança Livre e de soma final para ambas as duplas neste ano.

Piper Gilles e Paul Poirier, do Canadá ficaram com o terceiro lugar, mas com o resultado perderam a vaga na final do Grand Prix para os quartos colocados na competição, Kaitlin Hawayek e Jean-Luc Baker, dos EUA, que venceram o NHK Trophy.

CLASSIFICAÇÃO - DANÇA NO GELO - DANÇA LIVRE

1. Gabriella Papadakis/Guillaume Cizeron (FRA) 132.65 pontos
2. Victoria Sinitsina/Nikita Katsalapov (RUS) 122.47 pontos
3. Piper Gilles/Paul Poirier (CAN) 114.49 pontos
4. Kaitlin Hawayek/Jean-Luc Baker (EUA) 111.62 pontos
5. Marie-Jade Lauriault/Romain Le Gac (FRA) 105.70 pontos
6. Rachel Parsons/Michael Parsons (EUA) 103.03 pontos
7. Betina Popova/Sergey Mozgov (RUS) 99.54 pontos
8. Olivia Smart/Adrian Diaz (ESP) 97.53 pontos
9. Allison Reed/Saulius Ambrulevicius (LTU) 93.50 pontos
10. Adelina Galyavieva/Louis Thauron(FRA) 90.84 pontos


CLASSIFICAÇÃO FINAL - DANÇA NO GELO - INTERNATIONAUX DE FRANCE

1. Gabriella Papadakis/Guillaume Cizeron (FRA) 216.78 pontos
2. Victoria Sinitsina/Nikita Katsalapov (RUS) 200.38 pontos
3. Piper Gilles/Paul Poirier (CAN) 188.74 pontos
4. Kaitlin Hawayek/Jean-Luc Baker (EUA) 181.47 pontos
5. Rachel Parsons/Michael Parsons (EUA) 171.17 pontos
6. Marie-Jade Lauriault/Romain Le Gac (FRA) 170.64 pontos
7. Olivia Smart/Adrian Diaz (ESP) 165.69 pontos
8. Betina Popova/Sergey Mozgov (RUS) 163.18 pontos
9. Allison Reed/Saulius Ambrulevicius (LTU) 153.27 pontos
10. Adelina Galyavieva/Louis Thauron(FRA) 146.05 pontos


Feminino:

Domínio japonês na prova feminina, onde Rika Kihira impôs uma liderança baseada em elementos técnicos de alto valor, como um salto triplo axel, outros cinco saltos triplos e piruetas velozes e firmes. Mesmo com pequenos erros, Kihira conquistou 138.28 pontos e somou 205.92 pontos, garantindo a vitória. Mai Mihara, também do Japão ficou em segundo lugar com um programa mais modesto, onde acabou dobrando a execução de um salto Salchow e teve erro de sub-rotação em um toeloop, somando 202.81 pontos no final.

A surpresa do dia ficou por conta da norte-americana Bradie Tennell, que após uma performance com diversos erros de execução técnica no dia anterior, não errou e pôs energia na parte de interpretação, conseguindo fazer a segunda melhor nota do dia com 136.44 pontos e uma soma final de 197.78 pontos. Tennell passou na classificação a russa Evgenia Medvedeva, que teve problemas em uma performance de valor artístico elevado—novamente a melhor nota do dia de componentes criativos e de interpretação—mas com diversos erros e uma queda: apenas a 5a. marca do dia, ficando em 4o. lugar na somatória final. O resultado deixa Medvedeva, bicampeã mundial e do Grand Prix e medalha de prata nas Olimpíadas de PyeongCheng fora das finais do Grand Prix de 2018.

CLASSIFICAÇÃO - FEMININO-PROGRAMA LIVRE:

1. Rika Kihira (JPN) 138.28 pontos
2. Bradie Tennell (EUA) 136.44 pontos
3. Mai Mihara (JPN) 134.86 pontos 
4. Stanislava Konstantinova (RUS) 134.76 pontos
5. Evgenia Medvedeva (RUS) 125.26 pontos
6. Marin Honda (JPN) 123.24 pontos
7. Maria Sotskova (RUS) 115.83 pontos
8. Mae-Berenice Meite (FRA) 107.16 pontos
9. Laurine Lecavelier (FRA) 105.58 pontos
10. Alexia Paganini (SUI) 99.63 pontos
11. Matilda Algotsson (SUE) 97.77 pontos
12. Lea Serna (FRA) 94.18 pontos

CLASSIFICAÇÃO FINAL - FEMININO- INTERNATIONAUX DE FRANCE

1. Rika Kihira (JPN) 205.92 pontos
2. Mai Mihara (JPN) 202.81 pontos 
3. Bradie Tennell (EUA) 197.78 pontos
4. Evgenia Medvedeva (RUS) 192.81 pontos
5. Stanislava Konstantinova (RUS) 189.67 pontos
6. Marin Honda (JPN) 188.61 pontos
7. Maria Sotskova (RUS) 177.59 pontos
8. Mae-Berenice Meite (FRA) 168.02 pontos
9. Laurine Lecavelier (FRA) 157.24 pontos
10. Alexia Paganini (SUI) 156.51 pontos
11. Lea Serna (FRA) 149.49 pontos
12. Matilda Algotsson (SUE) 146.35 pontos


Pares:

A dupla da França, Vanessa James e Morgan Ciprés corrigiu as falhas do dia anterior e conquistou a primeira colocação do dia e da somatória final. Com apenas uma falha maior em um salto triplo Salchow, James e Ciprés somaram 205.77 pontos, venceram a competição e vão pela primeira vez para as finais do Grand Prix.

O segundo lugar ficou com os norte-americanos Tarah Kayne e Danny O’Shea, campeões do Torneio dos Quatro Continentes de 2018, que conseguiram uma performance vigorosa e impressionante, com elementos muito complexos como combinações de saltos feitas lado a lado e diversos liftings com carregamento bastante desafiadores. 

Em terceiro ficou a dupla da Rússia, Alexandra Boikova e Dmirti Kozlovskii, líderes do dia anterior que enfrentaram problemas com saltos e em lançamentos, onde Boikova teve uma queda bastante árdua. O bom valor de base do programa ajudou os russos a ficarem por uma estreita margem de menos de um ponto no dia e menos de dois na somatória à frente dos norte-coreanos Tae Ok Ryom e Ju Sik Kim, que cometeram erros no salto duplo Axel e no lançamento em triplo loop, onde Ryom perdeu o equilíbrio. 

CLASSIFICAÇÃO - PARES-PROGRAMA LIVRE:

1. Vanessa James/Morgan Cipres (FRA) 140.53 pontos
2. Tarah Kayne/Danny O'Shea (EUA) 127.98 pontos
3. Aleksandra Boikova/Dmitrii Kozlovskii (RUS) 121.01 pontos
4. Tae Ok Ryom/Ju Sik Kim (PRK) 120.77 pontos
5. Camille Ruest/Andrew Wolfe (CAN) 105.85 pontos
6. Minerva Fabienne Hase/Nolan Seegert (GER) 102.16 pontos
7. Audrey Lu/Misha Mitrofanov (EUA) 100.57 pontos

CLASSIFICAÇÃO FINAL - PARES- INTERNATIONAUX DE FRANCE

1. Vanessa James/Morgan Cipres (FRA) 205.77 pontos
2. Tarah Kayne/Danny O'Shea (EUA) 191.43 pontos
3. Aleksandra Boikova/Dmitrii Kozlovskii (RUS) 189.84 pontos
4. Tae Ok Ryom/Ju Sik Kim (PRK) 187.95 pontos
5. Camille Ruest/Andrew Wolfe (CAN) 164.10 pontos
6. Audrey Lu/Misha Mitrofanov (EUA) 157.28 pontos
7. Minerva Fabienne Hase/Nolan Seegert (GER) 154.77 pontos


Foto: S.Gillis

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes