Federação de atletismo recua, e vai usar método de qualificação tradicional para o Mundial do Qatar

A Federação Internacional de Atletismo (IAAF) voltou atrás na decisão de mudar a forma de qualificação para o Campeonato Mundial de 2019, a ser disputado em Doha, no Qatar. A entidade tinha planos de implementar um sistema novo baseado em ranking e não o atual, baseado em metas qualificatórias ainda para o Mundial, mas atendeu à solicitações de atletas e federações, ainda com dúvidas, e suspendeu a medida.

A Associação de Gerentes de Atletismo solicitou o adiamento da adoção do sistema de ranking. A entidade demonstrou apoio às mudanças, mas disse ser necessário um período de testes antes que sejam adotadas em competições de maior importância. Para a associação, o uso do sistema para o Mundial de 2019 pode causar insegurança entre atletas e federações.

O presidente da IAAF, Sebastian Coe acatou a solicitação, mas ressaltou que o novo sistema representa um avanço para as regras do atletismo: "Acreditamos realmente que o ranking mundial é o melhor modo de atletas se qualificarem para nossos campeonatos principais. É importante que nossos atletas e federações entendam totalmente o que é um sistema complexo. Achamos que ficar com o sistema vigente de qualificação é a melhor solução para Doha, porque dá aos nossos atletas, técnicos e membros de federações a certeza que eles precisam neste ponto para se preparar para os Campeonatos Mundiais. Nós acreditamos que uma vez que todo mundo entenda o sistema de ranking mundial, que vão estar confiantes sobre sua introdução como qualificação para futuros campeonatos."


As metas qualificatórias para o Mundial de 2019 vão ser anunciadas pelo conselho da IAAF na reunião geral a ser realizada em Dezembro.




Foto: IAAF


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes