Austrália anuncia candidatura para sediar Copa do Mundo de Futebol Feminino em 2023

A Federação Australiana de Futebol anunciou em outubro a sua candidatura para sediar a Copa do Mundo de Futebol Feminino em 2023 com a hashtag #GETONSIDE. Para angariar os votos de apoio dos australianos, a Federação convidou alguns dos principais nomes para fazerem parte da campanha:  Lisa De Vanna, Caitlin Foord e Chloe Logarzo. 

De Vanna, a primeira a declarar seu apoio à candidatura publicamente, incentiva os conterrâneos a apoiarem a campanha dizendo que, se o país ganhar o direito de sediar o evento, haverá um importante legado para o país e para o futebol feminino australiano no geral. Embora admita que provavelmente não estará no campo em 2023, De Vanna afirma que essa oportunidade seria uma experiência incrível para muitas Matildas de hoje e do futuro (Matilda é o apelido das jogadoras de futebol do time australiano). 

No começo deste ano, o governo australiano destinou aproximadamente mais 3 milhões de dólares americanos para subsidiar a candidatura do país. Tal reforço financeiro demonstra a confiança do governo de que há chances reais de sucesso. Em um primeiro momento, o governo tinha disposto menos de 1 milhão, mas por conta da maior possibilidade de conseguir sediar o maior evento de futebol feminino do mundo, resolveu dar um "up" no orçamento. David Gallop, diretor executivo da Federação Australiana de Futebol, usará o investimento para montar equipe que submeterá o documento final da candidatura à FIFA, que ainda não divulgou as diretrizes para as candidaturas de 2023, mas espera-se que o anúncio do país-sede aconteça ainda em 2019. 


Foto: Divulgação em ausbid2023.com

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes