Seleção Feminina Sub-15 tem sete novatas no grupo que se prepara para o Sul-Americano de Basquete

Das 14 jogadoras da Seleção Brasileira Feminina Sub-15 que estão treinando para o Campeonato Sul-Americano da categoria, sete vivem a expectativa de disputar a competição pela primeira vez. Entre as convocadas, algumas novatas tentam aproveitar os treinos para convencer a comissão técnica que merecem ir ao Chile. É o caso das armadoras Eduarda Reolon, Maria Eduarda Pereira e da pivô Giovanna Juzzo.

“Sou muito nova e isso significa que tenho bastante coisa para viver dentro da modalidade. Essa oportunidade eu encaro como uma abertura de portas para o meu futuro com o basquete. Eu fico pensando que isso pode ser a minha vida. Essas últimas semanas foram as melhores da minha vida, e vou dar valor a cada segundo que eu estiver aqui. Eu não quero parar nunca mais”, contou Eduarda Reolon, que defende a Grande Florianópolis Escola de Basket.

Giovanna Juzzo, de 1,86m, defende o time paulista APAB Barretos e comentou a possibilidade de participar da sua primeira competição com a Seleção.

“É inexplicável essa experiência. Fiquei surpresa diante da convocação, pois eu não acreditava que chegaria tão longe. Quero realizar esse sonho de ser uma das 12 que irão defender o Brasil no Sul-Americano. Eu fico feliz em ter sido reconhecida e ser valorizada pelo meu trabalho e esforço. Estou muito feliz de verdade”, disse Giovanna.

A armadora Maria Eduarda falou sobre o momento especial na carreira e ressaltou também a sua felicidade pelo que está vivenciando.

“Vai ser uma honra viver essa convocação, eu trabalhei muito para isso e sempre me esforcei demais nos treinos e o resultado veio. Vestir essa camisa é um grande orgulho e estou muito feliz. Estar no Sul-Americano é o sonho de todas nós aqui e vamos lutar para isso”, concluiu Maria Eduarda.

Para a gerente técnica, Adriana Santos, o momento é de muito cuidado diante dessa convocação. A campeã mundial em 1994 também não poupou elogios ao grupo que está lutando por uma vaga entre as 12 que jogarão a competição continental.

“Sempre quando recebemos as meninas ficamos na expectativa de como será a reação das novatas, pois tudo é novidade e elas precisam de um tempinho para se adaptarem aos treinamentos intensivos, fisioterapia, regras, comportamento, enfim, tudo que envolve a rotina da seleção”, explicou Adriana.

“Porém, esse grupo é muito tranquilo, com meninas muito dedicadas, focadas e determinadas. Eu só tenho que parabenizar aos clubes formadores, que apesar de todas as dificuldades estão nos ajudando muito em todos os sentidos”, complementou.


As demais jogadoras que também vivem o momento inédito na convocação são as armadoras Ana Paula Dias, Letícia Rechembak, Stephany Caroline Gonçalves e a ala Wanessa Camargo Silva. O grupo treinará em Americana (SP) até esta 26 de outubro (sexta-feira). O embarque para o Chile, local da competição, está agendado para 27 de outubro (sábado).

Foto: CBB


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes