Proposta de horário de verão durante os Jogos Olímpicos de 2020 encontra resistência

O Japão parece improvável de introduzir o horário de verão como uma medida para evitar o calor intenso durante as Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio em 2020.

Há oposição persistente à introdução do horário de verão dentro do Partido Liberal Democrata, que governa o país.

"Diante dos desafios do sistema de computação e da opinião pública, parece bastante difícil adotar o horário de verão em 2020", disse Toshiaki Endo, ex-ministro encarregado dos Jogos de Tóquio, após a primeira reunião do grupo de estudos sobre o arranjo de tempo.

O partido começou a estudar a questão como instruído por seu líder, o primeiro-ministro Shinzo Abe. Isso seguiu-se a um pedido do ex-primeiro-ministro Yoshiro Mori, chefe do comitê organizador de Tóquio, em julho, de introduzir um sistema de horário de verão para avançar os relógios em duas horas durante o evento quadrienal.

Durante a reunião do painel, no entanto, um participante disse que não adiantaria introduzir a medida proposta de forma apressada. Outro alegou que poderia criar muito trabalho para engenheiros de sistema que já estão ocupados se preparando para a mudança de nome de época de Heisei em maio do ano que vem e uma escalada planejada para o consumo em outubro daquele ano.

Foto:The Jiji Press

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes