Mundial de Ginástica Artística 2018 – Dia 1

O primeiro dia do Mundial de Ginástica Artística, que está sendo realizado em Doha, no Catar, ficou marcado pelo desempenho russo no individual geral e por equipes.

Cinco vezes medalhista na Olimpíada da Juventude de Nanjing/2014 (ouro nas argolas, ouro no cavalo com alças, ouro nas paralelas, prata no individual geral e bronze no salto), o russo Nikita Nagornyy inicia de vez sua história na categoria adulta da ginástica artística. Coadjuvante na Rio/2016, na campanha que levou sua equipe a faturar a medalha de prata, o russo terminou o dia como o ginasta mais completo, bem a frente do segundo colocado, credenciando-se à disputa por medalhas. Em todos os aparelhos ele ficou entre os cinco primeiros colocados e apenas não tem chances de disputar a final nas barras paralelas, devido a dois de seus compatriotas terem o superado.

Se não bastasse o brilho de Nagornyy, o esquadrão russo ficou em primeiro lugar também por equipes, com uma diferença considerável (mais de 12.000 para a Holanda, segunda colocada). Os russos, prata nos últimos Jogos Olímpicos, mostram que vieram lutar por mais um pódio.

Amanhã as disputas entre os homens continuam e tradicionais equipes entram em cena: Japão, Estados Unidos, Alemanha, Grécia, Grã-Bretanha, Itália, China, Brasil, entre outros. Brasil, inclusive, estará na última subdivisão. As finais por equipes contarão com oito países classificados.

Após o primeiro dia de competições e cinco subdivisões concluídas, assim está a classificação provisória para a final por equipes:

1) Rússia: 258.402
2) Holanda: 245.663
3) Suíça: 245.186
4) Ucrânia: 243.651
5) Espanha: 241.261
6) França: 241.203
7) Cazaquistão: 239.291
8) Canadá: 237.828

Faltando ainda cinco subdivisões e a apresentação de equipes favoritas, é provável que essa lista seja bastante alterada amanhã.

INDIVIDUAL GERAL

A grande surpresa do individual geral ficou por conta do único atleta filipino na competição. Carlos Edriel Yulo encantou a todos, principalmente pela pouca tradição de seu país no esporte, e ficou com o 5º lugar geral no primeiro dia. A prova foi dominada pelos Russos, que ocuparam as três primeiras colocações. Ao final de todas as apresentações, 24 atletas irão para a final do individual geral, respeitando-se o limite de dois ginastas por país.

Os atletas mais completos da ginástica artística, no momento, são os seguintes:

1) Nikita Nagornyy (RUS): 87.098
2) Artur Dalaloyan (RUS): 84.572
3) David Belyavskiy (RUS): 83.332 (não se classificaria, por ter em sua frente dois compatriotas).
4) Nestor Abad (ESP): 81.507
5) Carlos Edriel Yulo (PHI): 81.230
6) Pablo Braegger (SUI): 80.764
7) Verniaiev Oleg (UKR): 80.522
8) Oliver Hegi (SUI): 80.248
9) Andrei Vasile Muntean (ROU): 80.224

DISPUTAS POR APARELHOS

Na disputa por aparelhos, apenas os oito melhores ginastas em cada exercício se classificarão para a final. No primeiro dia, muitos favoritos começaram bem e estão com a classificação encaminhada, como Igor Radivilov (UKR) nas argolas, Ri Se-Gwang (PRK) no salto, Epke Zonderland (HOL) na barra fixa e Oleg Verniaiev (UKR) nas barras paralelas, que terminaram o dia liderando os exercícios. Nikita Nagornyy desponta, provisoriamente, como o ginasta com maior número de finais: sete (contando individual geral e por equipes). 
Nunca é demais lembrar, no entanto, que muitos atletas vão entrar nessa disputa amanhã e tudo pode acontecer. Vejamos a lista provisória de classificados:

Solo

1) Artur Dalaloyan (RUS): 14.833
2) Nikita Nagornyy (RUS): 14.800
3) Carlos Edriel Yulo (PHI): 14.766
4) Artem Dolgopyat (ISR): 14.400
5) Benjamin Gischard (SUI): 14.233
6) Loris Frasca (FRA): 14.200
7) Casimir Schmidt (HOL): 14.200
8) Milad Karimi (KAZ): 14.166

Cavalo com Alças

1) Nariman Kurbanov (KAZ): 14.466
2) Cyril Tommasone (FRA): 14.241
3) Nikita Nagornyy (RUS): 14.000
4) David Belyavskiy (RUS): 14.000
5) Oliver Hegi (SUI): 13.500
6) Slavomir Michnak (SVK): 13.333
7) Filip Ude (CRO): 13.000
8) Ilyas Azizov (KAZ): 12.966
8) Braegger Pablo (SUI): 12.966

Obs.: Embora Nikita Nagornyy tenha a mesma nota de David Belyavskit, está na frente no critério de desempate: maior nota de execução. Já Ilyas Azizov e Braegger Pablo estão empatados em oitavo lugar inclusive no critério de desempate.

Argolas

1) Igor Radivilov (UKR): 14.733
2) Nikita Simonov (AZE): 14.633
2) Nikita Nagornyy (RUS): 14.633
4) Dennis Goossens (BEL): 14.533
5) Dmitri Lankin (RUS): 14.300
6) Vinzenz Hoeck (AUT):14.133
7) Artur Dalaloyan (RUS): 14.100 (não estaria classificado por haver dois russos com melhores notas)
8) Andrei Vasille Muntean (ROU): 13.858
9) Julien Bobaux (FRA): 13.800

Salto

1) Ri Se Gwang (PRK): 14.966
2) Artur Dalayoyan (RUS): 14.766
3) Nikita Nagornyy (RUS): 14.683
4) Carlos Edriel Yulo (PHI): 14.499
5) Oleg Verniaiev (UKR): 14.499
6) Dmitrii Lankin (RUS): 14.333 (não estaria classificado por haver dois russos com melhores notas)
7) Heikki Saarenketo (FIN): 14.200
8) Loris Frasca (FRA): 14.066
9) Daniel Aguero (PER): 13.866

Barras Paralelas

1) Oleg Verniaiev (UKR): 15.458 (melhor nota do dia em todos os aparelhos)
2) Artur Dalaloyan (RUS): 15.041
3) David Belyavskiy (RUS): 15.033
4) Nikita Nagornyy (RUS): 14.966 (não estaria classificado por haver dois russos com melhores notas)
5) Petro Pakhniuk (UKR): 14.800
6) Dmitrii Lankin (RUS): 14.733 (não estaria classificado por haver dois russos com melhores notas)
7) Epke Zonderland (HOL): 14.633
8) Andrei Vasille Muntean (ROU): 14.400
9) Carlos Edriel Yulo (PHI): 14.366
10) Pablo Braegger (SUI): 14.333

Barra Fixa

1) Epke Zonderland (HOL): 14.400
2) Tin Srbic (CRO): 14.300
3) Artur Dalaloyan (RUS): 14.166
4) Bart Deurloo (HOL): 14.033
5) Nikita Nagornyy (RUS): 13.966
6) David Belyavskiy (RUS): (não estaria classificado por haver dois russos com melhores notas)
7) Nestor Abad (ESP): 13.866
8) Eddy Yusof (SUI): 13.733
9) Cory Paterson (CAN): 13.700

Brasil compete amanhã
 
Como já adiantado, a equipe masculina entrará em ação amanhã (26), pela subdivisão 10, a partir das 14h (horário de Brasília).  

A ordem dos aparelhos na equipe masculina será a seguinte: Solo: Lucas Bitencourt, Arthur Nory, Arthur Zanetti e Caio Souza; cavalo com alças: Caio Souza, Lucas Bitencourt, Francisco Barreto e Arthur Nory; argolas: Lucas Bitencourt, Caio Souza, Arthur Zanetti e Francisco Barreto; salto: Arthur Nory, Lucas Bitencourt, Arthur Zanetti (dois saltos) e Caio Souza (dois saltos); paralela: Arthur Nory, Lucas Bitencourt, Francisco Barreto e Caio Souza; e barra fixa: Lucas Bitencourt, Arthur Nory, Caio Souza e Francisco Barreto
Foto: Gymnastics.Sport

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes