Medalhista olímpico, Servílio de Oliveira representa o Brasil nas comemorações pelos 50 anos dos Jogos do México

O medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos Cidade do México 1968, Servílio de Oliveira, vai reviver esta semana um dos principais momentos de sua carreira esportiva. Servílio foi indicado pelo Comitê Olímpico do Brasil para representar o país nas comemorações pelos 50 anos dos Jogos Olímpicos de 68. 

O evento começou nesta quinta-feira, dia 11, com uma série de atividades com os atletas, e teve seu ponto alto na sexta-feira, dia 12, com o revezamento da tocha olímpica e o acendimento da pira, no estádio olímpico.

"O ano de 2018 é muito importante para a família olímpica mexicana. Queremos que os Comitê Olímpicos Nacionais, que estiveram presentes nos Jogos de 68, regressem ao local onde seus atletas conquistaram medalhas e escreveram seus nomes na história", diz Jimena Saldaña, vice-presidente do Comitê Olímpico Mexicano.

A medalha de bronze de Servílio na Cidade do México foi a primeira medalha olímpica do boxe brasileiro. Depois dele, o Brasil só voltou a conquistar medalhas na modalidade em Londres 2012, com Adriana Araújo (bronze) e os irmãos Yamaguchi (bronze) e Esquiva Falcão (prata). Nos Jogos Rio 2016, Robson Conceição conquistou a medalha de ouro.

"O COB felicita o governo da Cidade do México e o Comitê Olímpico Mexicano pela iniciativa. Será um momento mágico de celebração e uma justa homenagem aos atletas que desempenharam um papel essencial para o êxito deste memorável evento esportivo. Em 68, Servílio de Oliveira escreveu um importante capítulo na história do Movimento Olímpico do Brasil. É uma honra sermos representados por ele nesta festa esportiva", ressaltou o presidente do COB, Paulo Wanderley.

Apesar de Servílio não estar mais dentro dos ringues, a família continua firme no esporte. Neste momento, seu neto Luis Oliveira representa o Brasil no boxe dos Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018, na Argentina. Luis foi o porta-bandeira do Time Brasil na cerimônia de abertura da competição.

Foto: Divulgação


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes