Igualdade de gênero e esportes urbanos são destaque nos Jogos Olímpicos da Juventude

Os Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018 se destacaram não apenas pelas performances de alto nível dos atletas, mas também pelo seu caráter inclusivo e inovador, como apontou Thomas Bach, presidente do Comitê Olímpico Internacional, em coletiva de imprensa realizada no último dia dos jogos. 



Bach ressaltou que os Jogos Olímpicos da Juventude iniciaram uma nova era nos Jogos Olímpicos por serem "mais urbanos, terem mais mulheres e serem os jogos mais inclusivos de todas as edições dos Jogos Olímpicos como um todo". Ao tratar do caráter mais urbano dos jogos com a inclusão de novas modalidades como BMX freestyle, escalada esportiva e dança esportiva, Bach foi contundente ao afirmar que, diante de tantas opções de entretenimento, o COI não poderia ficar para trás e não seguir as novas modalidades a tendência global de práticas esportivas da juventude. Acrescentou também que o COI deve ir onde os jovens estão e trazê-los para o esporte. A igualdade de gênero e a proximidade dos jogos com o público foram os pilares da inclusão nos jogos segundo Bach.

Marta Vieira, seis vezes a melhor do mundo e nomeada Embaixadora Global da Boa Vontade da ONU para Mulheres e Meninas no Esporte, em entrevista ao canal olímpico, também frisou a igualdade de gênero praticada nos jogos foi mais um passo "rumo ao que a gente que ver nesse mundo." Marta revelou o desejo de muitas mulheres e meninas de ver essa mesma iniciativa em outras atividades e eventos esportivos.

Foto: Buenos Aires 2018/ Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes