Halterofilista 'dançarino' da Rio 2016 vira embaixador da causa ambiental do Kiribati

Depois de chamar a atenção do público na Olimpíada do Rio ao dançar no palco após o seu último levantamento, o halterofilista David Katoatau conseguiu atingir um de seus objetivos. Natural de Kiribati, uma ilha no meio do Oceano Pacífico, David, de 34 anos, foi nomeado embaixador das mudanças climáticas do Comitê Olímpico da Oceania (Onoca). A nomeação aconteceu após assembleia realizada em Samoa.

Há pelo menos três anos, Katoatau vinha realizando a dança exótica durante as competições internacionais para chamar a atenção do mundo para o seu país. Localizada entre a Austrália e o Havaí, a ilha pode ficar totalmente submersa no futuro devido ao aquecimento global e à consequente elevação das marés.

"Mudança climática pode significar apenas duas palavras para muitas pessoas, mas para a minha nação esse termo representa sobrevivência. Se nada for feito, haverá uma catástrofe no futuro em Kiribati" disse o levantador.

Com 100 mil habitantes, Kiribati também enfrenta graves problemas sociais. Por conta da incerteza sobre o futuro da ilha, o desemprego aumentou na região, e o país aparece na posição 137 do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

David Katoatau é uma celebridade em Kiribati. Depois de disputar a Olimpíada de Londres 2012, ele foi o escolhido para carregar a bandeira do país na abertura da Rio 2016.

"Todos me chamam de levantador dançarino. Mas não faço isso por diversão, faço porque isso identifica a cultura de Kiribati, chamando a atenção para a nossa causa. Amo o levantamento de peso e acho que o esporte é uma forma de atrair os olhares do mundo para os problemas sociais" finalizou.


foto: Reuters
com informações de globoesporte.com

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes