Grand Prix de Patinação Artística 2018 - Skate Canada: Dia 2


Um dia de muitas emoções nas disputas dos programas livres do Skate America, valendo as medalhas. Vitória fácil de Vanessa James e Morgan Ciprés (foto) nas duplas, competições muito disputadas em Dança no Gelo e nas categorias individuais, com viradas e suspense até o final na decisão do primeiro lugar feminino.

Duplas:

Vanessa James e Morgan Ciprés, da França conquistaram o ouro sem deixar chance para a concorrência: quinze pontos de vantagem no programa livre sobre os segundos colocados no dia, os russos Aleksandra Boikova e Dmitrii Kozlovskii e com mais de 20 pontos sobre os segundos colocados na soma final, Cheng Peng e Yang Jin. Com uma performance ainda mais impressionante que a do dia anterior, com saltos e lançamentos complexos e liftings ousados de alta avaliação, a dupla francesa avaliou o trabalho como positivo: "Estamos muito orgulhosos desta medalha de ouro, mas ainda mais sobre a performance que fizemos nesse grupo cheio de grandes patinadores e grandes atuações. Isso nos dá confiança", disse Vanessa James, que comemorou muito o resultado na companhia dos pais, presentes na platéia.

O bronze ficou com os canadenses Kirsten Moore-Towers e Michael Marinaro, que confirmaram a performance segura e de boa avaliação do programa curto, totalizando 200.93 pontos. 


CLASSIFICAÇÃO - DUPLAS-PROGRAMA LIVRE:

1. Vanessa James/Morgan Ciprés (FRA) 147.30 pontos
2. Aleksandra Boikova / Dmitrii Koslovskii (RUS) 131.97 pontos
3. Kirsten Moore-Towers/ Michael Marinaro (CAN) 129.67 pontos
4. Cheng Peng/Yang Jin (CHN) 129.08 pontos
5. Evelyn Walsh/Trennt Michaud (CAN) 114.91 pontos
6. Haven Denney/ Brandon Frazier (EUA) 112.94 pontos
7. Ekaterina Alexandrovskaya/Harley Windsor (AUS) 106.18 pontos
8. Camille Ruest/Andrew Wolfe (CAN) 104.63 pontos

CLASSIFICAÇÃO FINAL - DUPLAS-SKATE CANADA

OURO - Vanessa James/Morgan Ciprés (FRA) 221.81 pontos
PRATA - Cheng Peng/Yang Jin (CHN) 201-08 pontos
BRONZE - Kirsten Moore-Towers/ Michael Marinaro (CAN) 200.93 pontos

4. Aleksandra Boikova / Dmitrii Koslovskii (RUS) 196.54 pontos
5. Evelyn Walsh/Trennt Michaud (CAN) 172.53 pontos
6. Haven Denney/ Brandon Frazier (EUA) 170.22 pontos
7. Ekaterina Alexandrovskaya/Harley Windsor (AUS) 166.95 pontos
8. Camille Ruest/Andrew Wolfe (CAN) 162.16 pontos

Masculino:

Uma verdadeira batalha: assim pode ser definida a atuação do japonês Shoma Uno, que numa performance carregada de ousadia e elementos muito difíceis— quatro saltos quádruplos e dois triplos axel no total—venceu o duelo com o canadense Keegan Messing, que liderou a competição no programa curto. O programa de Uno não foi sem falhas: erros de sub-rotação e saída de saltos e na execução de um salto triplo toeloop caiu com força. Terminou o programa cansado e aparentemente sentindo dores, mas o esforço compensou: 188,38 pontos, o suficiente para na soma conquistar a medalha de ouro com folgas. Messing, por sua vez, apostou num programa mais focado na parte artística e em saltos triplos: com uma queda e um salto penalizado por repetição, acabou ficando com 170.12 pontos no dia, segundo colocado no programa livre e na soma final, garantindo a prata. O sul-coreano Jun Hwan Cha caiu em um salto quádruplo toeloop logo no início da apresentação, mas realizou o resto sem erros e com ótimo trabalho de solo: 165.91 pontos no dia e 254.77 na soma dos dois programas, ficando com o bronze.

Outra boa surpresa do dia foi o norte-americano Jason Brown, que saiu da penúltima colocação após um programa curto com muitos erros para um sexto lugar no cálculo final ao realizar um programa com saltos bastante simples mas de impacto visual muito forte: terceira melhor marca de componentes artísticos do dia, bastante próxima das obtidas pelos líderes Uno e Messing.


CLASSIFICAÇÃO - MASCULINO-PROGRAMA LIVRE:

1. Shoma Uno (JPN) 188.38 pontos
2. Keegan Messing (CAN) 170.12 pontos
3. Jun Hwan Cha (COR) 165.91 pontos
4. Alexander Samarin (RUS) 160.72 pontos
5. Nam Ngyuen (CAN) 158.72 pontos
6. Jason Brown (EUA) 151.26 pontos
7. Kevin Aymoz (FRA) 151.26 pontos
8. Roman Sadovsky (CAN) 142.88 pontos
9. Daniel Samohin (ISR) 140.99 pontos
10. Kazuki Tomono (JPN) 139.20 pontos
11. Brendan Kerry (AUS) 139.09 pontos
12. Alexander Majorov (SUE) 135.66 pontos

CLASSIFICAÇÃO FINAL - MASCULINO-SKATE CANADA

OURO - Shoma Uno (JPN) 277.25 pontos
PRATA - Keegan Messing (CAN) 265.17 pontos
BRONZE - Jun Hwan Cha (COR) 254.77 pontos

4. Alexander Samarin (RUS) 248.78 pontos
5. Nam Ngyuen (CAN) 240.94 pontos
6. Jason Brown (EUA) 234.97 pontos
7. Kevin Aymoz (FRA) 230.09 pontos
8. Daniel Samohin (ISR) 225.89 pontos
9. Kazuki Tomono (JPN) 220.83 pontos.
10. Alexander Majorov (SUE) 220.30 pontos
11. Brendan Kerry (AUS) 220.08 pontos
12. Roman Sadovsky (CAN) 210.60 pontos


Dança no Gelo:

No dia em que Madison Hubbell e Zachary Donohue, dos EUA, se tornaram os primeiros patinadores classificados para a final do Grand Prix de 2018, com duas vitórias nas duas etapas que disputaram—a dupla já havia vencido o Skate America há uma semana atrás—quem roubou a cena foram os canadenses Piper Gilles e Paul Poirier. Após uma dança rítmica problemática que os deixou distantes da liderança, em sexto lugar, Gilles e Poirier vieram para a Dança Livre com um programa meticuloso, sem falhas e extremamente sentimental. O resultado foi a melhor pontuação da dupla nesta temporada, a medalha de bronze e o maior momento de emoção de todo o final de semana, com a torcida aplaudindo de pé ruidosamente e muitas pessoas presentes—dentre elas a técnica Carol Lane—não segurando as lágrimas. Uma conquista com significado especial para Piper Gilles, no primeiro evento na América do Norte que disputou após a morte da mãe, Bonnie Gilles, figura carismática do meio de patinação dos EUA e Canadá a quem era muito apegada.

A prata ficou com a dupla russa Victoria Sinistina e Nikita Katasalapov, que com um programa fluido conseguiu a melhor marca da dança livre, com 120.51 pontos, mas na somatória não alcançou Hubbell e Donohue que lideravam desde a dança rítmica. Katasalapov reconheceu a necessidade de melhorar a performance no primeiro segmento: "Vamos trabalhar dia e noite para conquistar esses pontos-chave", disse.

CLASSIFICAÇÃO - DANÇA NO GELO-DANÇA LIVRE:

1. Victoria Sinistina/Nikita Katsalapov (RUS) 120.51 pontos
2. Madison Hubbell/Zachary Donohue (EUA) 120.27 pontos
3. Piper Gilles / Paul Poirier (CAN) 120.02 pontos
4. Marie-Jade Lauriault/Romain Le Gac (FRA) 111.42 pontos
5. Olivia Smart/Adrian Diaz (ESP) 104.22 pontos
6. Robynne Tweedale/Joseph Buckland (ING) 99.85 pontos
7. Carolane Soucisse/Shane Firus (CAN) 99.64 pontos
8. Shiyue Wang / Xinyu Liu (CHN) 98.92 pontos
9. Haley Sales/Nikolas Wamsteeker (CAN) 93.14 pontos
10. Anastasia Skoptcova / Kirill Aleshin (RUS) 85.31 pontos

CLASSIFICAÇÃO FINAL - DANÇA NO GELO-SKATE CANADA

OURO - Madison Hubbell/Zachary Donohue (EUA) 200.76 pontos
PRATA - Victoria Sinistina/Nikita Katsalapov (RUS) 195.17 pontos
BRONZE - Piper Gilles / Paul Poirier (CAN) 186.97 pontos


4. Marie-Jade Lauriault/Romain Le Gac (FRA) 180.32 pontos
5. Olivia Smart/Adrian Diaz (ESP) 176.57 pontos
6. Shiyue Wang / Xinyu Liu (CHN) 165.88 pontos
7. Robynne Tweedale/Joseph Buckland (ING) 162.50 pontos
8. Carolane Soucisse/Shane Firus (CAN) 156.74 pontos
9. Haley Sales/Nikolas Wamsteeker (CAN) 150.23 pontos
10. Anastasia Skoptcova / Kirill Aleshin (RUS) 147.99 pontos


Feminino:

Suspense até o final dos programas livres femininos do Skate Canada: recuperando-se de um erro grave no programa curto, a russa Evgenia Medvedeva fez uma performance determinada, não cometeu erros maiores, teve a única avaliação de componentes artísticos acima dos 70 pontos no dia e conquistou um total de 137,08 pontos no programa livre. Medvedeva disparou do sétimo lugar geral para uma liderança com folgas, com ainda cinco patinadoras a se apresentar, e foi inalcançável: mesmo com boas performances, as outras competidoras não conseguiram superar a russa, que acabou o dia na liderança de pontuação do programa livre.

Medvedeva só iria ser superada na soma dos resultados por duas de suas adversárias: a também russa Elizaveta Tuktamysheva, que com falhas nos saltos acabou o dia na terceira posição, mas que conquistou o ouro graças aos pontos do programa curto e a japonesa Mako Yamashita, que com uma performance surpreendente ganhou posições e ficou a apenas 0,32 ponto atrás de Medvedeva no programa livre e 0,26 pontos atrás de Tuktamysheva na soma final, ficando com a prata.

CLASSIFICAÇÃO - FEMININO-PROGRAMA LIVRE:

1. Evgenia Medvedeva (RUS) 137.08 pontos
2. Mako Yamashita (JPN) 136.76 pontos
3. Elizaveta Tuktamysheva (RUS) 129.10 pontos
4. Mariah Bell (EUA) 126.90 pontos
5. Elisabet Tursynbaeva (CAZ) 124.52 pontos
6. Daria Panekova (RUS) 117.13 pontos
7. Wakaba Higuchi (JPN) 114.78 pontos
8. Alaine Chartrand (CAN) 111.70 pontos
9. Starr Andrews (EUA) 109.95 pontos
10. Yura Matsuda (JPN) 104.24 pontos
11. Alicia Pineault (CAN) 99.27 pontos

CLASSIFICAÇÃO FINAL - FEMININO-SKATE CANADA

OURO - Elizaveta Tuktamysheva (RUS) 203.32 pontos
PRATA - Mako Yamashita (JPN) 203.06 pontos
BRONZE - Evgenia Medvedeva (RUS) 197.91 pontos

4. Mariah Bell (EUA) 190.25 pontos
5. Elisabet Tursynbaeva (CAZ) 185.71 pontos
6. Wakaba Higuchi (JPN) 181.29 pontos
7. Starr Andrews (EUA) 174.72 pontos
8. Alaine Chartrand (CAN) 172.17 pontos
9. Daria Panekova (RUS) 168.54 pontos
10. Alicia Pineault (CAN) 158.29 pontos
11. Yura Matsuda (JPN) 157.59 pontos




Foto: Getty (ISU)

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes