Dailton Nascimento inicia preparação da equipe feminina de Goalball para os Jogos Paralímpicos 2020

A classificação antecipada para os Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020 trouxe tranquilidade para a Seleção Brasileira feminina de goalball. A aproximadamente dois anos para a disputa do principal desafio no ciclo, técnico Dailton Nascimento terá tempo para preparar a equipe para buscar a medalha inédita.

O ponto de partida do planejamento começou na segunda-feira, 24, no CT Paralímpico, em São Paulo, no Desafio Internacional de Goalball com a participação de Canadá e Estados Unidos. O torneio foi uma oportunidade para treinador começar a trabalhar pensamento nos próximos compromissos.

“Essa classificação antecipada nos deu um conforto para o nosso planejamento. Todas as competições até Tóquio, claro que sempre buscaremos o título, mas além disso é continuar na busca de novos talentos, sempre corrigir os erros da participação anterior, jogar sempre com excelência e competitividade, ganhar mais experiência”, planeja Dailton.

Embalados pela inédita conquista da medalha de bronze no Mundial deste ano, na Suécia, o Brasil venceu cinco partidas e perdeu apenas uma na fase de classificação do Desafio Internacional. A campanha colocou a Seleção Canarinho na decisão do título contra os EUA, nesta quarta-feira, 26.

“O que sempre pedimos é aplicação de uma boa técnica, das táticas solicitadas e muita competitividade. Essas características hoje são nossos pontos fortes e quando temos uma oportunidade como essa, sempre são aspectos a serem observados de cada atleta”, disse o treinador brasileiro.

O torneio disputado em São Paulo encerra a agenda de compromissos do goalball brasileiro em 2018. Foram realizadas seis fases de treinamento e a participação em três campeonatos. No ano que vem, as meninas do Brasil tem a disputa dos Jogos Parapan-Americanos de Lima, no Peru, onde vão em busca do bicampeonato.

Foto; CBDV


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes